Obrigada pela sua presença no Blog do Mãos Que Curam!

Obrigada pela sua presença no Blog do Mãos Que Curam!

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Mesmo que seja inconsciente!!!



Não ter dinheiro também é uma decisão... Mesmo que esta decisão esteja escondida em seu inconsciente. Permanecer inconsciente é um preço muito alto a se pagar.

Eu decidi há muitos anos enfrentar a dor e as delícias de saber quem eu sou, o que escondo nos recônditos de minha inconsciencia e assim, obter tudo aquilo que sou merecedora. Autossabotagem, nunca mais \o !!
E você vai entrar mais um ano escondendo a luz da sua consciência realizadora?


OBS: Não conseguir pagar suas contas também é uma decisão... Muitas vezes inconsciente e ... Sabotadora.

Nunca perca a magia do começo, quando estiver no final...


Uma relação amorosa...sempre deve ser uma "relação amorosa", onde passe um ano, dez anos, quarenta anos e ambos os envolvidos continuam dando - se afeto, amor, carinho, respeito, gestos de gentileza, delicadeza, paciência, erros que volte - se atrás e reconstrua- se, cristas que baixam, mesmo sobrepujadas por orgulho...Rotina que chega, mas que não maltrata, só faz bem. Relação é assim, é quando a alma escolhe outra alma, independente de beleza física, sexo, financeiro, interesses mesquinhos e constrói um ninho, onde podemos viajar, mas para onde nossa alma sempre vai querer voltar... Porque ali há olhos que nos desejam e nos contam o quanto somos queridos (a), mãos que acariciam, voz que acalenta, ouvidos que dão colo nos momentos de incertezas e solidão... Ninho que armadilhas podem tentar destruir, confundir, mas que sempre escolheremos parar aquele milésimo de segundo e sentir de coração que não passa de armadilha e o ninho e braços do parceiro (a) sempre serão mais importantes...
Se você não tem uma relação que te cuide, mime, respeite, faça rir até de coisas que você gostaria de espernear, é hora de rever que apego é este que te impede de ter um ninho e não só uma casa ou braços vazios.
Te desejo amor, um amor tão grande que não caiba dentro de você e que atraia mais amor, um amor que vem de outro ser e que ele ou ela, te trate com o mesmo respeito que você se trata.

E aí?


A menos que você esteja disposto a amar... O amor acontece.
As pessoas estão tão preocupadas em atrair alguém que as satisfaça que acabam atraindo o seu foco: alguém que não as satisfaça. A satisfação é algo interno, algo que somente o indivíduo pode suprir. Não coloque esta responsabilidade impossível nas costas de algum infeliz, pois ele não poderá te dar algo que só pode ser gerado por você mesmo.
Quando nos sentimos satisfeitos em todas as áreas de nossa vida (que é o grande carro chefe do que renascemos para concretizar), atraímos a pessoa que vai ficar conosco por um longo tempo, aquele tempo com o qual todos sonham, um amor que dure por toda uma vida. Pois não estaremos preocupados e na expectativa de ver a outra pessoa nos preencher e sim, vamos estar ocupados vivendo as delícias de descobrir que a simples presença desta alma nos satisfaz e isto, por si só, basta.
Trabalhe sobre você mesmo e pare de querer que o outro (a) faça a sua parte. Você vai evitar com esta atitude, muitos relacionamentos que te tiram o sono, "a paz", a "felicidade", o "tesão"... Pois o que é nosso e vem de dentro, ninguém pode nos roubar.
Te desejo alguém que chegue na sua vida para agregar, pois você já tem tudo do que precisa. Saia da armadilha de crer que a satisfação, tão almejada, está sob a responsabilidade de outros...

Ilusão.


Ninguém precisa de um rótulo para ser feliz, o que na verdade precisamos, com ânsia e pra ontem, é liberdade para ser aquilo que mais se adapta ao nosso mundinho interno.
Você estará feliz sendo aquilo que seu coração sabe que tem de ser. E se isto não se encaixa com os rótulos familiares, sociais, amorosos, espirituais, enfim... Saiba que liberdade de ser é o que você veio concretizar. Pule por cima das armadilhas e vá ser como você gosta de "ser e estar".

Pois quando você voltar para casa, morrer, ir para o mundo dos pés juntos, vão te perguntar: - E aí, teve coragem de viver a sua vida e a sua identidade ou conseguiram moldar um fantoche com a chama que você levou para reacender?
Te desejo a coragem de se permitir e enfrentar a si mesmo com doçura e respeito.

Ressentimentos...



Ressentimentos (ato de "re- sentir", ficar vivendo incansável a mesma coisa, a mesma mágoa, o mesmo erro, o mesmo rosto que te fere, as palavras proferidas, o tapa, a traição, a ausência, o abandono...), construirão um relacionamento onde você não vai querer estar... E aí, você já fez a conexão, já construiu, já decidiu como quer vivenciar a lembrança do outro. Tudo é uma decisão, ressentir também é uma decisão.
E aí, vai ficar ressentindo ou vai decidir sentir diferente!?
Libertar - se e ser feliz é deixar o outro renascer na tua história. Quem tem que mudar é você e não os outros... Por mais que esteja distante de ti fisicamente, você está com ele, pois você está, onde sua mente, suas lembranças estão.
Pare agora e veja onde você anda e que tipo de sensação está tendo...É por aí que a estrada do perdão começa a nascer e fazer a sua história.
Ótimo final de semana.

Os humanos é que complicam tudo.





O grande problema dos "batismos de religião", iniciações, são os encarnados que iniciam, batizam, sopram, impõem mãos, enfim, que participam dos rituais.
Hoje eu quero contar uma rápida história e gostaria que você soubesse. Atendi uma paciente hoje que me disse mais ou menos assim: - Paula, eu não quero mais ficar vinculada a religião, presenciei coisas que não concordo e que não entendo por que fazem... Mas para isto, para me libertar é preciso muito dinheiro para desfazer.
...Lá fomos nós três para a maca, eu, ela e Wal, meu amor.
Aquela sala de atendimentos foi clareando e uma leva linda de seres espirituais da religião adentraram o recinto e rodearam - na, impuseram suas mãos sobre a cabeça dela e começaram a desatar nós, mãos alheias e laços escuros, deixando ali somente as mãos da espiritualidade superior, que é o que eles são, seres que não exigem, não impõem, não aprisionam, deixam livre seus filhos para que estes, onde estiverem, sintam - se no direito de te - los por perto, mesmo que não desejem mais estar inseridos dentro de um terreiro, uma igreja, uma sinagoga...
Ali eles deixavam claro que o que vale é a crença íntima do filho, do iniciado, do batizado e não a imposição e cobranças dos vivos que comandam estes rituais. Mesmo que a pessoa estivesse longe do local e dos que a batizaram, ainda era manipulada pela mente dos vivos que de longe, exigiam dela, um comportamento que a fase evolutiva dela não desejava mais, ela queria ser livre, respirar e fazer o que sua consciência sabia que era bom para ela.
Wal me deixou soprar a cabeça dela e eu me senti honrada, mas ainda dei uma olhada para ele e perguntei se não ia me incomodar e ter fila de guardiões do submundo me atacando. Wal olhou pra mim e disse, o mesmo que eu falei para a paciente: - Fecha a porta do receio, do medo, que ninguém vai ter o direito de te pegar. E sorrio, piscando um olho pra mim. Baixei minha cabeça e trabalhei, não sem perceber que eu também era uma das vivas que batiza, inicia, sopra e que deixava com meus "filhos", aprendizes, um pedaço de mim. Wal me disse para deixar com eles o meu enorme desejo de liberdade quando os iniciasse e nunca mais a corrente do apego que se acha dona dos que cruzam nossos caminhos.
Para você que é de religião, que se batiza, enfim, entregue para seu coração a escolha do "vivo" que vai te batizar, iniciai, soprar, impor as mãos, pois você é um ser de luz, sagrado e quem é luz, jamais pode se permitir ser aprisionado por outros. Que seja luz quem te ajuda a encontrar um rumo espiritual, um caminho de luz divina e se você está atrelado a crença que precisa pagar muito ou que é indissolúvel se libertar de batismos ou iniciações, deixe esta crença deturpada ir embora. Somos livres de tudo e de todos.
Que a tua religião e teus professores, mestre, iniciador, padre, pai de santo, seja exemplo de liberdade para com todos, desde os humanos até os animais e se em algum momento tua convicção balançar por que você está entrincheirado entre ver o certo e presenciar os atos errados deste, não hesite em questionar ou até mesmo de desvincular, pois quando você chegar lá na terra dos pés juntos não vão te perguntar o que teu pai, teu padre, teu bispo, teu iniciador fez, mas sim, o que VOCÊ FEZ QUANDO SE SENTIU NO CAMINHO ERRADO OU SEM LIBERDADE.

Com carinho e todos estes anos como iniciadora, mestra, instrutora, aprendiz.

Sempre tente antes e não deixe para depois...



A melhor ocasião para evitar o divórcio (ou uma separação amorosa) é antes do casamento (ou relacionamento). Aprenda a rezar, meditar e respeitar seus sonhos e desejos e certamente você vai atrair o conjugê ideal. Você atrai a companhia certa meditando sobre as qualidades da pessoa que você deseja em sua vida, então, depois da tarefa cumprida, seu subconsciente encarrega - se de uni - los em Divina Ordem.
Não se meta no trabalho do universo: - Quando, como, quem, onde, não te diz respeito. Sua função é meditar, ficar com você mesmo e decidir que tipo de relação e pessoa você deseja em sua vida. Se não fizer sua parte, você vai continuar aceitando qualquer coisa que aparecer, pois quem não sabe o que quer, não precisa atrair algo ou alguém.
OBS: Seja aquela pessoa que você gostaria de atrair, TAMBÉM!
 Emoticon wink
Emoticon heart

...E chega uma hora...



Não se apresente para mim com o que você tem ou o status do seu nome, se eu desejasse o que você tem ou ostenta, EU já teria me dado a muito tempo...E se eu quisesse você, com certeza, eu já O teria
Não tente manipular uma aquariana...É a pior tentativa que você poderia supor e a última com certeza.
O que me interessa é se você sabe voar, pois eu aprendi a voar e ir ao encontro do que eu quero, a única coisa que me interessa é se você está disposto a voar comigo, sem rumo, só com a intensão de ser livre de armadilhas e atrasos sociais.
Me acene com parceria, amor e respeito que eu assento meu voo e te ensino a voar... Pois eu tenho tudo isto para dar...Há muito abandonei os rótulos, eles pesam demais na alma.

Todos estamos suscetíveis...


E hoje, eu acordei muito triste, com aquela dor na garganta e aquele aperto no peito. Aquela sensação de que este mundo não é meu lugar, que o que tenho enfrentado é forte demais para minhas forças. Acordei com vontade de chorar e ganhar colo que não me deixe no silêncio desta tristeza. Hoje acordei cansada da trajetória, ansiosa por um futuro que minha alma almeja. Hoje acordei com medo, medo de tudo, medo de sair na rua, de enfrentar a minha vida adulta. Hoje eu acordei e sentei na cama, escorei a cabeça na mão e suspirei pelas coisas que estão erradas e que eu ainda não tenho maturidade para enfrentar e resolver na hora. Segurei o choro pelas minhas impossibilidades deste momento e pensei no Wal. A pior coisa é ter que ver aquilo que sempre esteve ali, mas a teimosia e o medo da solidão não me deixavam aceitar...
Hoje eu acordei e me permiti sentir tudo isto, mas a maturidade que eu já adquiri sabe que quando bater a noite, depois da minha vida adulta e dos compromissos de sustento, filho, consultório, pacientes, filhos peludos, mercado... Eu vou ter que deitar na solidão do meu quarto sagrado e deixar a minha amada vítima ir embora e enfrentar esta dor, porque quanto mais eu a ignorar e não deixar ela me falar dos seus medos e anseios, mais eu irei atrair daquilo que me deixa triste.
Se você sente isto todos os dias ou em alguns momentos... Se permita.É na auto - permissão que sabemos com que "inimigo interno" estamos lidando e quanto de força precisamos angariar para transforma- lo em força motora de sucesso. Esta tristeza que está aí só quer nos mostrar que há algo errado e que se pararmos um pouquinho hoje, e não daqui um mês, um ano,20 anos, vamos ter a oportunidade de seguir em frente sem carregar este peso...Que toda alma um dia...ou mais, enfrenta.
Te desejo toda coragem, sei lá de onde, mas te desejo e desejo ela pra mim, porque eu mereço me sentir fraca, carente e temerosa, mas mereço ainda mais entender e seguir em frente com a experiência de sentar e me resolver.

Saia da Vitima inconsciente.



Não sente e só chore, não fique remoendo a raiva ou a indignação, sinta e depois se levante, vá e resolva. Ficar eternamente no papel de vítima é um problema seu e não dos outros ou de quem está tendo a SUA permissão para te machucar.

Veja e sinta por si mesmo...



Aconteça o que acontecer, nunca permita que bocas e olhos alheios moldem a imagem de alguém que vive ou viverá com você. Tudo que você foca, crê e dá força, é o que vai acontecer, mesmo que depois você descubra que foi manipulado.
Forme sua própria opinião e te digo uma coisa que eu ensino para meu filho: - Não importa a merda (me desculpem o palavreado) que vai dar, fala sempre a verdade, se os outros não a aceitarem, problema deles.
Não tenha medo de enfrentar a situação e ir direto nos envolvidos, mesmo que isto gere um certo desconforto. Respire fundo, peça pelo seu Wal, todos tem um, e siga o rumo do que vai acalmar seu coração.
Nunca, nunca mesmo veja algo ou alguém com os olhos e opiniões dos que tentam te manipular, se você foi manipulado e agora está vendo a verdade, problema seu, vá lá e olhe nos olhos e resolva esta bagunça.
Ninguém tem o direito de fazer escolhas por você. Se está na dúvida, pergunte. Se está magoado, resolva e não envolva quem não tem nada a ver. Se está com medo de enfrentar a situação que foi distorcida, não envolva meio mundo, vá com medo, mas com o desejo da verdade nua e crua e acerte os ponteiros com os envolvidos. Depois disto, o medo vai embora e fica a resolução. Tem gente manipuladora e "bocabertas manipulados" que passam anos alimentando a manipulação, a fofoca, a mentira. Não seja conivente, a sua paz interna depende das suas atitudes coerentes. O medo é uma ilusão que está ali só para te enganar e não te deixar resolver e vivenciar as delícias da verdade. E aí, o que você vai fazer daqui para a frente?
Eu estou indo resolver...

Nunca na mesma moeda...


Não se trata as pessoas da mesma forma que tratam a gente,gente louca se trata com carinho e limite... Não me venha pregar que um dia você não foi louco... Se tem algo que eu aprendi,foi tratar as pessoas como eu gostaria que me tratassem. Enquanto você continuar devolvendo na mesma moeda,tenha certeza, os loucos vão continuar te atropelando e você... Perdendo oportunidade de vencer armadilhas e evoluir.

Dificuldades preparam pessoas para destinos extraordinários...





Não fique mais um dia nesta situação humilhante, supere o problema focando a solução. Pare de dar sua energia para o desespero, gaste - a traçando a decisão que vai te levar à superação.
Supere seu próprio negativismo, é ele que te mantém onde você está...Supere sua mente vitimizadora, a qual olha para você com olhos de pena. Supere sua falta de confiança em si mesmo.
A dificuldade só está aí porque você pediu por ela em suas preces, ou ladainhas com o seu Deus... E ele com certeza, te enviou a resposta que você tanto pede. Somente a dificuldade está tendo a força de mexer este seu traseiro preguiçoso.
Levanta e sacode o velho costume de gostar de sofrer... Se você não se sentisse uma vítima "amarrada", mesmo que inconsciente, esta bagunça toda não estava te perseguindo.

Emoticon wink

CASAMENTO DE PAIS.


CASAMENTO DE PAIS não é patrimônio tombado pela sociedade, família ou os Filhos. Pais são seres individuais, ou seja, antes de ser pai ou mãe, é um ser individual, uma alma com sentimentos, anseios, medos e desejos. Se você se acha no direito de decidir quanto tempo deve durar a relação destes seres, sinto te informar que um dia você estará envergando o papel, veja bem, papel, papel não é identidade, de pai de alguém ou mãe de alguém e eu desejo que seus filhos não se deem o direito de escolher por você. Que não se deem o direito de escolher quando a relação, que é um ciclo findável, de vocês como "casados", poderá acabar ou ficar "unidos" para "sempre". Desejo que você acorde para a vida e deixe seu egocentrismo de lado, só quem sabe a hora é quem está vivendo a relação marido e mulher, casal...Seu papel é entender, por mais que não aceite e dar colo para ambas as partes.
Viva sua vida e deixe a vida dos outros para ser vivida por estas.
Ninguém melhor do que um casal para saber as dores e delícias das quatro paredes de uma relação... Quando as delícias vão embora...É hora de iniciar novo ciclo.

Tudo parece difícil?



Hoje acordei com aquela sensação que a mais de um ano não me invadia,vontade de limpar minha mesa de trabalho e recomeçar a escrever meu livro... Acredito que algo muito, muito bom me tocou esta madrugada,eu estive em Capela e consegui sentir a verdadeira gratidão... Aquela que alegra o coração e consegue dizer: Obrigada universo, obrigada pelos momentos e pessoas difíceis, entendo e vivencio com um sorriso de gratidão que elas estavam ali para acordar - me e mostrar que a forca da mudança esta em mim. 'Quando o discípulo esta pronto, o mestre aparece'... Sabe aquela pessoa ou situação difícil,' que te machuca ou irrita'? Olhe de novo para elas... São o seu mestre,seu professor, os únicos que neste ciclo vão conseguir te acordar e te mover para a mudança necessária. Aprenda com eles e seja grato, quem hoje te perturba, amanha não estará mais te incomodando, se você souber fazer do reves... O aprendizado que te ensine a voar. Nem sempre o mestre vai vir cheio de amor e luz para te ensinar a alcançar o que você deseja... Na maioria das vezes ele vem em foma de algo ou alguem que e obrigado a mexer nas suas feridas escondidas...


Bommmm diaaaaa!!!

Falando com o Anjo da Guarda...



4h e 30 min. da madrugada, olhos arregalados olhando para o escuro, deitada no colinho do Wal e batendo um papo cabeça. Falavamos sobre amor e ele me disse assim:
- É preciso aceitar a companhia da solidão para encontrar um amor de verdade. A solidão é a melhor companhia que alguém pode ter, pois ela é uma ótima professora para o amor, ela ensina a paciência, ela ensina a complacência, ela ensina o respeito, ela ensina a fazer escolhas, depois de todos os outros aprendizados. E é a escolha sem pressa que vai atrair para a vida o amor. Para o amor chegar é preciso saber ser complacente com o ser amado, é preciso ser respeitoso, é preciso acolhe - lo com paciência, pois a convivência entre ambos, todos os dias, é uma escolha, e esta escolha precisa ser uma escolha para ser feliz e não por medo de solidão outra vez. E quem não gosta de ficar na própria companhia e dar - se tudo isto, não saberá conviver com alguém... Agora vai dormir Paula Aguerre Aguerre, amanhã tu trabalha.


To falando que ele é o cara!!

Não alimente o que não te faz bem...



Minha mãe sempre dizia que eu era uma praga de teimosa e hoje eu entendo o que ela queria dizer...Do jeito dela.
Hoje pela manhã, meditando antes de ir para o trabalho, sobre uma ponta de tristeza estranha que surgiu na minha mente, nunca deixo a tristeza ficar comigo por mais que alguns instantes, só o tempo de eu saber porque ela está ali tentando me avisar sobre algo e já me despeço dela.
Passamos uma vida inteira perguntando o porquê das coisas acontecerem em nossas vidas: Por quê atraio fulano, por quê atraio este tipo de chefe, por quê moro nestes tipos de lugares, por quê as pessoas fazem isto comigo, por quê me falta dinheiro, por quê as coisas não saem como desejo, por quê minha saúde oscila, por quê esta tristeza que não me deixa, por quê esta depressão, por quê não encontro um amor que fique com qualidade..Por quêeeeee, por quêeeee...
Estas coisas só te acompanham porque estão te dizendo que você precisa desativar o piloto automático da sua mente inconsciente. Que precisa entender que você tem tudo isto em sua vida por que sua mente inconsciente ACREDITA QUE VOCÊ MERECE ISTO. Se ela não acreditasse, com certeza, nada disto estaria se desenrolando nos porões escuros da sua inconsciência e afetando sua vida aqui fora. Tudo que ocorre fora de você é reflexo do que você crê e nutre dentro de você.
A fórmula mágica é meditar e meditar nada mais é do que usar aquela solidão da qual você foge como o diabo da cruz...É ficar com você, se ouvir, deixar vir a tona a sabotagem. Se você não consegue sozinho, há pessoas capacitadas que podem te guiar. Pare de atrair coisas que você querrrrrrrr e brigaaaaaa que não querrrrrrr. Se está atraindo é porque bate pé aí dentro e mostra que apesar de machucar você querrrrrr.


Desejo um lindo dia, pois hoje tenho uma paciente de 4 anos que deseja atendimento. Quatro aninhos... E você aí... Mesmo uma criança pequena dá o comando mental inconsciente para a mãe que está na hora de receber ajuda...E a mãe se movimenta. Orgulhosa da baixinha.
E você?

O negócio é não dar sorte para o azar...





Tudo, veja bem, tudo é bom, você é que teima em ver do jeito errado.
Se por uma semana você realmente se reeducasse e olhasse tudo e todos e sentisse realmente o lado positivo de tudo, acostumando - se a parar de se queixar mentalmente, você já teria a maior parte do que você deseja de verdade.
Tudo deve ser motivo para mudar o velho habito do pessimismo. Seja como a criança, para a qual o simples gesto de erguer um dedo tem o poder de tocar as estrelas.

Pare de pedir que acendam a luz para você.


Pare de pedir que acendam a luz para você. Seu caminho está dentro de você e nenhuma escuridão será capaz de te impedir de encontrar a porta, escancarar a porta e viver o que já está iluminado pela luz da sua alma.
Passamos uma (milhares), vida toda inconscientes, esperando que algo aconteça, que um belo dia chegue, que o socorro venha, que uma força desconhecida mude nosso rumo, que algo se materialize, ou alguém e venha nos dar e fazer sentir o que desejamos tão sofridamente. Passamos a maior parte de nossas vidas e da vida atual na armadilha de crer que algo externo precisa acontecer, que alguém externo precisa surgir para nos prover aquela mudança desesperada que grita ensandecida em nossa mente. Ela vai continuar gritando quando tudo isto chegar, quando o alguém externo chegar, quando a força estranha chegar, pois na verdade nossa alma sabe que não precisa de coisas externas, ela grita porque na ilusão, inserido na armadilha, você prende ela, prende - se a coisas e pessoas externas que nunca chegam e deixa de viver e fazer acontecer DO SEU JEITO.
Viva intensamente, de uma forma que você consiga perceber que realmente está sorrindo e não fingindo para ocultar a dor do choro, que realmente você está orgulhoso de você e do seu esforço em seguir sem coisas externas, desprovido de máscaras sociais, desprovido de arrogância, querendo mostrar aos outros seu sucesso. Ninguém no mundo poderá presenciar um sucesso que não vem de dentro, prosperidade, amor, sucesso é o que você é e o que você veio fazer com toda esta força designada na terra por estes nomes.
Pare de esperar por favor, pare de olhar para o horizonte e cultivar saudades. Pare de morrer em vida, todos os dias em que você abre os olhos na sua cama. Respire e sinta que está vivo, que todos os dias é uma oportunidade de parar de reclamar e fazer acontecer, DO SEU JEITINHO. Pare de esperar um futuro que só existirá conforme você molda seu presente momento. Tudo que você faz agora, OU DEIXA DE FAZER, é o material de construção que vai moldar a vida que você terá lá na frente. O futuro nunca vai chegar, pois ele nada mais é do que seu presente momento, e o que você está fazendo com seu presente momento?
Desejo que você desperte, porque só acordar não está adiantando.

sábado, 27 de dezembro de 2014


Este ano eu não desejo deixar nada para trás, porque eu fui e me comportei exatamente como planejei... Mesmo que as coisas me tirassem do sério, eu respirei, sentei com elas e bati longos papos, exatamente para que elas não se repetissem mais. Eu mudei o meu comportamento perante o que eu atraia e me desagradava e então eu fui tocada pela surpresa... Tudo saiu como esperado e eu não perdi tempo, querendo fugir de 2014 e entrar atropelando 2015 para me livrar das coisas que me perturbavam e não eram como eu desejava.
Não adianta trocar de ano se o seu comportamento é o mesmo. Não adianta desejar mudanças se você ao invés de mudar fica apontando o dedo para os outros e pensando em se livrar deles ou modifica - los. Orientar as pessoas é uma coisa, apontar desvios de conduta é uma coisa, espernear e jogar tudo pro quinto dos... é outra bem diferente. Lide equilibradamente com seus fantasmas, sejam eles quem forem e então... Você entrará não só o ano novo, mas em uma nova vida... exorcizada (o).
A chave para a mudança? São muitas, mas a minha é sentar e ser uma observadora, assim eu evito o surto que pode colocar tudo a perder. Das coisas que eu não gosto, eu tiro sempre o lado bom e do que eu quero mudar e não consigo, eu começo sentadinha, focada, querendo a minha verdade, meu contrato original e deixo que seja como tem de ser. Quando eu entendo como deve ser, eu mudo a Paula e me recuso a abrir mão dos meus princípios, das minhas verdades de alma e do que planejei junto ao Wal. Não abra mão de quem você realmente é, por nada , nem alguém, mas deixe ir embora quem você não é, mas que acredita ser.
Foque no ganho, deixar partir quem você não é, vai te trazer tudo aquilo que você sempre foi, mas que estava soterrado. Nós não temos medo da escuridão, temos é medo de ver a grandeza da nossa luz interna... Não estamos acostumados a brilhar intensamente, estamos acostumados com a essência dos problemas diários...
Você não é seus problemas, seu estresse, sua depressão, sua maledicência, sua raiva, sua mágoa. Desapegue da "minha, meu" e esvazie na observação sem julgamento, sem máscaras... E então você vai começar a brilhar intensamente!

#"Partiu" fazer o que ama.



Saia para brilhar, todos os dias, mesmo que você não esteja se sentindo bem. De o comando mental do que você deseja para seu dia e deixe acontecer, não saia sem desejar.
Estamos tão entretidos em catar trevos de quatro folhas no nosso quintal que não ouvimos a felicidade bater a porta...
Saia da sua zona de conforto, saia da sua procrastinação emocional, que é a que te mantém onde você não deseja e vá atender a porta. Abandone o quintal e faça parte dos que andam pelo mundo, livres, de rosto ao vento e sorriso nos lábios.
Te desejo o mais lindo dia de reflexão que você já teve. Pois é dando o primeiro passo que se sai do lugar... E o primeiro passo é parar com você mesmo e decidir que ali não está bom!


OBS: Talvez amadurecer para conseguir o que você quer, seja deixar partir o que você não quer ou pensa que quer.

Você se sente em casa no seu trabalho?



Depois do nosso lar, que abrange todas as ligações e lares que amamos estar... Não existe lugar melhor do que a casa onde mora o trabalho da gente, o local onde estamos e que fazemos o que amamos.

Hoje, para encerrar o 2014 eu vou bater três vezes os meus calcanhares, com o meu velho e bom tênis da paz e vou gritar internamente, com todo meu amor: - Não existe lugar melhor do que o meu trabalho terreno!!!!
E você, encontrou um lar onde você trabalha ou no que você trabalha?


Te desejo tudo que existe de melhor e se for pela dor que sua teimosia tem que ser equilibrada, te desejo dores lindas... Que te forcem a ver que você não deseja estar onde está e fazendo o que faz.
Quando trabalhamos no que amamos, tudo flui, o dinheiro é abrangente, a saúde grita de alegria, o sorriso é mais gostoso, os parceiros são de luz e do bem... Tudo acontece e te mostra que cada vez mais você está no caminho certo.
Pare de fugir dos sinais, eles só vão embora quando você os entende e faz o que tem de ser feito. Não tenha medo de chutar o velho medo e ir em busca do que você sabe que vai amar fazer!!!
Desejo - lhes toda luz que encontrei ao lado do Wal.

Quero viradas de ano diferentes em minha vida...





Se você deseja mesmo que seus próximos anos mudem, que as situações e pessoas sejam atraídas condizentemente com seus sonhos, a mudança começa dentro de você.
Uma das coisas que você precisa trabalhar, deixar de lado, esquecer, depende de um processo talvez longo ou curto, depende, é a mágoa que você sente das pessoas ou das situações que aconteceram.
Uma das coisas que você veio fazer, depois de lapidar seu íntimo, o grande regente de sua evolução e só através deste trabalho você vai evoluir e atrair o que deseja, você veio harmonizar suas relações. Pode até não vir a amar os ditos cujos, mas se não voltar para casa sentindo que fez algo para amenizar, com certeza, vai descer outra vez para encarar seus comportamentos perante estas "feras".
Mágoa é uma forma de acomodação. Diga firme e calmamente o que você quer e mostre sem estupidez, qual é o limite, do seu limite. Se deseja dormir em paz e não mais ser rotulado com insônia (sempre digo aos meus pacientes que insônia é só um rótulo que inventaram para vender remédio), se posicione de dia e resolva o que te incomoda. Na maioria das vezes o que não nos deixa dormir em paz a noite, é a falta de posicionamento de nossa parte, isto sim, nos machuca, nos magoa, e é nossa culpa, a qual teimamos em jogar nas costas daqueles que cruzam nosso caminho e temos algum tipo de atrito. O que nos impede de seguir em frente, o que nos machuca mesmo, não é as atitudes alheias, mas a nossa impotência em nos expressar perante o comportamento das pessoas que invadem nosso espaço sagrado.
Pare de projetar - se no outro de forma inconsciente, pare de culpar o outro por falir com você, pois na verdade quem está errando com você... É você mesmo. Desta forma, ainda encontra meios inconscientes de magoar - se por não encarar que não tem sabido trocar a energia mental e emocional de atração para não mais precisar deste tipo de situação, pessoas e o aprendizado doloroso que te "impingem".
Veja bem, posicione - se e tudo começa a mudar.
Se você não gosta do que há no outro, olhe para você, eu digo e repito eternamente, opostos não se atraem, mas iguais sim...E se há alguém na sua vida que te machuca, incomoda é porque você é igual a ele ou se comporta da mesma forma. Você é um imã e vai chamar para perto alguém com o mesmo ponto de atração. Comece a olhar para você, para o que você faz ou deixa de fazer e mesmo que esteja inconsciente o imã que puxa estas pessoas e situações para sua vida, você vai descobrir ao analisar igualdades entre ambos, qual é o ponto de atração que VOCÊ TEM DE MUDAR, para evitar este tipo de encontro ou relações.
Desejo que você tenha dez minutos para se observar e se não tiver, desejo que o universo te faça meditar por uma hora, para que você entre todos os anos com relações e situações condizentes com o ponto de atração dos seus mais lindos sonhos.

Hoje ouvi o seguinte: - Dez minutos fora do face resolve este problema... E aí, está sem tempo, saia das redes sociais onde tudo é armadilha para fugir de ficar sozinho consigo e vá buscar seu verdadeiro ponto de realização.

terça-feira, 25 de novembro de 2014

E o terapeuta tem que ouvir cada uma...



E o terapeuta tem que ouvir cada uma... Ainda bem que nesta estrada aprendemos a moldar nossos instintos e orientar ao invés de pegar o havaianas 46 e dar uns petelécos.
-Paula suspendi o floral porque estava me fazendo mal...
-Paula parei de me aplicar o Reiki porque estava me dando efeitos emocionais negativos...
-Paula parei de usar a simbologia porque fazia aflorar coisas ruins...
-Paula não fiz o tema de casa porque me fazia mal e me deixava desequilibrado...
"EU ESTAVA MELHOR ANTES, SÓ COM AS COISAS RUINS QUE JÁ TINHA"...
Creio em Deus Pai, eu penso aqui com Wal, e a galera da luz.
Estava bem antes do floral, do Reiki, da terapia... Mas chegou se arrastando e não parava de chorar, reclamar, vitimizar - se e jogar a culpa nos outros ou em si mesmo.
De tudo, o que eu posso dizer é: - Deixa de ser preguiçoso querido ser em busca de luz. O Reiki, os florais, a terapia ou seja lá o que for do bem, nunca vai te fazer mal. Isto é uma desculpa da sua mente consciente ou inconsciente para você não se ajudar, para continuar na zona de conforto, mesmo que esta zona seja algo muito ruim para você.
O que eu digo sempre e vou repetir quantas vezes for preciso é: - A iniciação de Reiki ou qualquer outra ferramenta de luz, os florais, as terapias direcionadas para libertação, vão fazer vir a tona a escuridão que você esconde, a rebeldia que tem te direcionado para o lado errado, a raiva que você omite para se enquadrar em um papel que não consegue dar conta. As ferramentas terapêuticas nunca, grave, nunca vão te fazer mal se você estiver em mãos responsáveis e seguir as orientações. O terapeuta pode lidar com seu consciente e na maioria das vezes, nós vamos no seu inconsciente para entender o que se passa e precisamos te encaminhas para ferramentas seguras que vão fazer sair de dentro de você o lodo, a escuridão, o ódio, a maledicência, a autossabotagem, o medo, o desequilíbrio que você mascara para viver uma vida de alienação e mentiras para si mesmo, que não te deixam ser ou alcançar o que você sabe que merece. Então, se há algo saindo e você não está gostando, vou te dar uma dica, ajoelha e agradece, pois se não saísse para fora, você nunca iria chegar onde deseja, pois para ter luz, é preciso acender a lâmpada da sua consciência e enfrentar seus monstros.
Enfrentar que você se sente vítima, enfrentar que você está agindo errado, enfrentar que você é acomodado, enfrentar que você alimenta uma rebeldia prejudicial e tantos outros comportamentos, não é fácil, dói, revira, machuca, faz chorar e espernear...Mas só há um caminho para a cura e o sucesso, conhecer quem você é, o que há na sua escuridão e torna - los seus aliados NA LUZ. Enquanto você não parar de alimentar inconsciente seus pontos desequilibrados, nada vai mudar na sua vida. Quando você aprender a transformar seus pontos desequilibrados em aliados, tudo vai mudar.
E não tente mandar seus "defeitos" embora, talvez ainda seja preciso conviver por longos anos e ou vidas com eles, mas é no aprender a conviver com suas falhas que você faz aliados dentro de você e se fortalece, usando a força dos defeitos e desequilíbrios para alimentar seu poder de transformar - se e ao mundo a sua volta.
Com todo meu carinho e respeito, desejo que você tenha olhos de ver, ouvidos de ouvir e foco de realmente fazer o tema de casa que o terapeuta te dá.

Obs: Tudo que está ruim, na verdade está se preparando para ficar muito bom... Só depende de você entender isto e envidar o esforço necessário...

O ÁLCOOL E O QUE ELE FAZ COM VOCÊ SEM QUE TEUS OLHOS FÍSICOS VEJAM:


As pessoas acham que eu não tenho altos e baixos... Sim, eu tenho, muitos, a minha única diferença no meio da maioria, é que eu escolhi resolver, descer seja lá onde estiver meu inferno astral e liquidar a vitimização, subindo com a minha carta de alforria em mãos...E disto, ensinar outros, que realmente desejam moldar – se e parar de repetir os mesmos erros e as mesmas do – lo – ro – sas dores...
A noite já ia alta ontem e eu olhei para ele e suspirei internamente, sentindo aquela antiga dor de outras vidas, onde eu o via alcoolizado. Mas não senti a raiva do passado, nem o medo, senti a maturidade visitar minha consciência, minha alma naquele momento, porque havia muito que eu me preparava para não mais precisar daquela situação em minha vida. Olhei para os olhos e para o semblante com resquícios de álcool e a voz alterada e quis sentir pena de mim mesma, mas me corrigi, pois sempre que eu sentia pena de mim, inconsciente, eu acabava brigando com ele para fugir de me enfrentar.
Naquela noite uma enorme consciência tomou conta de mim, fruto da minha busca interna e de tudo que eu relembrava olhando para ele... E fui embora, sem mágoa, sem raiva, sem ameaças de minha parte, sem chantagens emocionais da minha mente, sem desejar inconscientemente que um dia ele sentisse a dor que sua escolha pelo álcool um dia tinha causado na minha alma. Eu estava consciente que todas as vezes, vidas que eu o havia encontrado, eu tinha escolhido estar com ele e ninguém tinha me obrigado a estar ali... Bem pelo contrário. Segui meu rumo em paz e deixei que ele fosse dormir. Eu via ao lado dele um imenso mago negro que o manipulava e me afrontava através da voz dele e eu tinha toda a certeza do mundo que não desejava passar uma noite toda ao lado daqueles dois e da energia do álcool, eu queria era a segurança e a sobriedade do meu mundo tão lindo, cheio de paz que eu tinha construído a cada vez que tinha me arremessado com ele, em outras vidas, a um despenhadeiro de dor, vício, álcool, traições e desespero. Era um ser querido ao meu coração? Muito, mas eu me amava mais e naquele momento eu sabia para onde ele seria arrastado ao adormecer e não queria estar por perto.
5h da manhã... Acordei em minha cama, em minha casa e ouvi quando Wal me disse: - Vamos descer ao Submundo, enquanto tu desfaz o contrato deturpado com esta pessoa, vamos organizar terreno para que ele seja amparado.
Concentrei – me e logo um vento estranho começou a soprar meus cabelos e meu rosto. Eu já me encontrava no Submundo, em zonas de sofrimento, vícios e escravidão. Olhei ao meu redor e a galera do Bem estava comigo em peso, eram tantos, prontos para libertar tanta gente lá embaixo que eu me emocionei.
Caminhei segurando na mão de Wal e na minha mente eu rogava o amparo do mais Alto, do Mentor desta pessoa e pedia que eu me libertasse, pois a libertação dele só cabia a ele mesmo decidir se desejava.
Conforme eu me aproximava presenciei um enorme campo de força energético erguido, como um escudo protetor, mas na verdade era uma prisão, de onde eu ouvia gemidos. Olhei a fenda que o amado Arcanjo Miguel abria para que entrássemos e no mesmo instante meus olhos avistaram o ser encarnado que eu me despedira naquela noite, alcoolizado.
Chorei, chorei a ignorância que faz da mente e da alma uma escrava de prazeres terrenos como o álcool... O qual ceifa sonhos, corpos, saúde e amores... Ele estava amarrado com as mãos para cima, judiado, em pé, como um escravo em um tronco... Meus olhos seguiram ao redor e presenciei milhares de encarnados ali, amarrados, embriagados, sendo sugados, judiados, drenados e chipados pelo mundo inferior.
A bebida alcóolica tem rumo fiel quando o “viciado” ou usuário “sociável” a ingere: - O Submundo e a escravidão.
Fiquei parada o olhando e pensei nas famílias na crosta da terra que viviam aquele inferno, aquela dor emocional e moral e nos inúmeros casamentos que se desfaziam como meros enlaces sem vida...
Esperei Wal agir e me mostrar o que fazer, eu não queria mais correr para aquela pessoa amarrada por mais uma vida, tentar soltá – la, chorar minha alma e minhas dores femininas enquanto ele fazia as próprias escolhas e me obrigava a seguir acatando a dor eterna de segui – lo e renascer com ele para tentar “salva – lo”... Quem tinha que se salvar ali era eu, pois eu sabia com todas as forças do meu coração que não era ao lado de alguém assim que eu queria passar meus dias na terra.
Wal me pediu que desse a volta por trás dele e olha – se em suas costas. Obedeci e um aparelho, como uma caixa preta estava acoplado nas costas do encarnado amarrado. Abri com delicadeza e observei o inumero emaranhado de botões, minúsculas alavancas e luzes que piscavam. Olhei Wal e perguntei o que eu fazia, o que desligar primeiro diante de tantas coisas...
- Tu podes ajudar – te desligando um de cada vez, em momentos diferentes ou pode apertar este botão e desligar a ligação de vocês dois de uma única vez, mas há um porém...
-Qual?
-Se desligar geral terá de arcar com os resultados, pois poderá afastar – se dele definitivamente, libertando – o e libertando – se...
Eu pensei em tudo naqueles pequenos instantes, pensei nas cenas de todas as dores de outras vidas que vivi ao lado da dependência alcóolica dele, dos filhos que amparei sozinha, da solidão que enfrentei e também pensei no quanto eu gostava dele ainda... E naturalmente minha mão desligou o botão geral, pois eu já sabia a força que tinha para sair de tudo aquilo equilibrada e consciente de minha decisão.
- Ele não vai mudar e já foi franco contigo minha querida, e por um momento tu envergou a venda da ilusão e deseja crer que ele irá abandonar a bebida definitivamente. Ele já disse que irá diminuir, mas que não irá parar... Aceite isto consciente e madura e decida se fica ou se o deixa partir.
Eu escutei a voz carinhosa do Wal ao meu lado, quando se ajoelhou na terra poeirenta comigo e eu senti dor mais uma vez... Mas desta vez foi uma dor estranha, dor de quem se vê como nunca se viu antes, forte, consciente e resoluta do caminho a seguir e com quem seguir.
Chorei e Wal beijou – me a testa, enquanto eu via o encarnado ser liberado das cordas que o prendiam pelos pulsos... Segurei aquela alma tão querida em meus braços e eu não sentia ressentimento com a conduta dele, com as escolhas dele, por mais que me machucassem... Eu sentia amor, perdão e libertava o passado machucado. Eu precisava sentir carinho por ele e deixar que o universo nos conduzisse dali em diante. Fiquei um longo tempo ali, ajoelhada na terra solta com ele, meio zonzo, meio adormecido, hipnotizado, em meus braços e fiquei pensando em como eu queria acordar dali para frente, em como eu sonhara ter minha vida desde que me entendia por gente...
Enquanto isto, outros espíritos da legião de Mãe Maria, Arcanjo Miguel e Comando Ashtar soltavam outros seres alcoolizados e os deixavam repousar em braços de seres como eu, ainda vivos e ali, aquela hora, para ajudar...
Wal me mostrou um musgo preto e um cordão de energia negro que entrava pela garganta e narinas do encarnado que resgatávamos, o qual o prendia e enrolava – se na garganta.
Olhei Wal e ele foi franco e direto: - Esta energia plasmou neste homem devido a tua mágoa, raiva e não perdão por tudo que aconteceu entre vocês. Cada energia escura que tu vê ali é de um momento de brigas entre ambos, de abandono, de choro e gritos, de palavras dolorosas que trocaram em momentos em que ele bebia... De certa forma, mesmo sem saber, as brigas que tu travou para salva – lo, sem equilíbrio, ajudaram a jogar ele ainda mais na bebida e no lodo. Se toda alma soubesse como ajudar seus amores perdidos nas drogas, muito sofrimento seria evitado. Tentam salvar brigando, cobrando, aos gritos, ameaças, suicídios ou sendo coniventes, permissivos demais.
Se cada alma feminina conseguisse respirar por um momento e enviar amor a estes homens embriagados ao invés da sua dor íntima por serem colocadas na situação de protetoras de seres que se matam com a bebida, estas seriam capazes de remover montanhas e chegar ao cume, carregando consigo estes, ou sua sanidade ao deixa – los para trás por não desejarem segui – las e ter uma vida equilibrada...
...Alguém veio, era Maria, mãe do amado Cristo e me pediu que o deixasse sob os cuidados dela, pois eu tinha de seguir com Wal para resolver mais coisas ali naquele lugar.
Na espiritualidade superior, Maria comanda um gigantesco pavilhão hospital e falanges de seres do bem em prol de suicidas... Pois quem usa de meios ilícitos ou lícitos para drogar – se, torna – se um suicida consciente ou inconsciente.
...Eu me sentia cansada com a energia do lugar, a aridez da respiração, da terra em minhas narinas, do choro, dos gemidos... Wal removeu o equipamento que colocara em minha cabeça para eu conseguir estar ali mais consciente e lúcida e quando abri os olhos eu estava sob uma linda árvore, em um gramado verde e cheio de luz.
Descanse alguns momentos, pois vamos a três lugares ainda hoje. Obedeci prontamente e tratei de me recompor.
...Quando percebi meus pés já pisavam um gigantesco pavilhão acoplado a muitos outros, como uma imensa fábrica no Submundo.
-Aqui são feitas bebidas com teor energético e ectoplasma dos seres que tu viu amarrados no pátio. Os mais lúcidos são usados como empregados e também doam ectoplasma viciado para contaminar a fabricação das bebidas alcóolicas na terra, nas fábricas terrenas. Aqui os engenheiros do Submundo desenvolvem aparelhos de última geração para viciar e alienar qualquer um que na terra bebe, seja socialmente ou compulsivamente.
Quando estes encarnados ingerem a bebida viciada com a energia que é fabricada aqui, tornam – se fantoches quando saem do corpo, pois os guardas os esperam na cabeceira da cama para fazerem destes escravos sexuais, para que sejam vampirizados, manipulados, usados como escravos na fábrica ou em qualquer outro local aqui que precisem ser remanejados.
Observei os funcionários trabalhando, enquanto seus corpos dormiam na terra e realmente pareciam zumbis, enquanto engenheiros inferiores maquinavam sobre mapas, localidades e novas implantações sobre a terra, novos pontos onde poderiam distribuir drogas, fábricas e fazer mais escravos.
-O objetivo maior dos chips extrafísicos inseridos na bebida é alienar e ir, sem que se perceba, contaminando o corpo orgânico para que se viva menos sobre a terra e para que se percam oportunidades de evolução. Quanto mais famílias desestruturadas, mais energia de raiva, mágoa e culpa para fazer material viciante, ou seja, a matéria prima das bebidas.
Wal me conduziu por uma escada de metal onde em um escritório “chefes donos” debatiam entretidos, sobre um grande mapa de um corpo mental, como desenvolver tecnologia ainda mais avançada para que a espiritualidade superior e “bocós” como eu, não conseguissem desativar.
Olhei o material e a segurança e relaxamento com que debatiam sobre vidas, famílias, almas e destruição de lares e reencarnações e fiquei quietinha... Ali não tinha uma ponta de dó, de culpa, dor ou remorso, o que valia ali, era aqueles espíritos acordarem na terra, entrarem em seus corpos físicos e ganharem dinheiro com suas grandes estatais.
-Vamos a outro local.
Segurei firme a mão amada do meu Mestre e fui conduzida a um pavilhão hospital, não muito longe dali. Quando percebi já estava lá dentro olhando centenas de macas sem limpeza acomodando espíritos femininos sobre elas.
-Aqui é muito sujo para elas ficarem.
-Isto para os chefes não importa, eles usam estas mulheres e suas dores pelo que enfrentam com seus pais, maridos, irmãos, filhos, filhas, para drenarem a energia de raiva, mágoa, dor, desespero que sentem e canalizam para adormecerem ainda mais a vontade deles de libertarem – se. Torna – se uma roda viva de dores que só faz aumentar o uso, as recaídas, suicídios de ambos os lados por não conseguirem vencer o demônio mental do vício.
Todas que estão aqui são doadoras, dormem infelizes na terra, cheios de culpa e rancor por não conseguirem mudar quem amam, por serem trocadas pela bebida e acabam sem saber, ajudando os chefes a desenvolver mecanismos viciantes que aprisionam a todos como escravos. Se ambas nos escutassem, deixando um pouco do ressentimento e culpa de lado, poderiam mudar de psiquismo e realmente ajudar e ajudar – se.
Eu sabia, eu sentia que um dia eu havia saído daquele lugar, que um dia eu tinha sentido tanta solidão e mágoa por viver com alguém que usava drogas... Eu sentia e sabia o que elas estavam sentindo, atreladas aquele lugar, a decisão de sentirem pena de si mesmas e de não tomarem uma atitude equilibrada para conviver com usuários ou deixa – los seguir suas vidas... Ou mortes...
-Há inúmeras formas de conviver na terra com um usuário, mas cabe a cada um decidir como quer passar por este ciclo... Com pena de si mesmo ou com a consciência de que precisam aceitar que não é pessoal, mas que cada um vive conforme suas escolhas particulares.
Havia gemidos ali, gemidos de mães, esposas, filhos, todo ser que sofria por conviver com um amor que usava drogas.
-Um dia cada um vai entender que os ciclos não são para alimentar dor e desespero, mas para tomar a decisão oportuna. Quem se encontra dentro de um problema grave como este esquece que precisa tomar atitudes embasadas e não ficar alimentando brigas, discussões infundadas para ver de quem é a culpa, brigas físicas e tantas outras coisas que sucedem – se entre quatro paredes de um lar desestruturado. Um dia entenderão que estão inseridos no problema para resolver e não complicar mais ainda. Sairão do ego que tenta modificar o outro e modificarão a forma como veem o outro e suas decisões. Sairão do ego e do jogo de poder e submissão e decidirão como gostariam de se sentir, de como gostariam de viver, com ou sem um usuário. Entenderão que não é o outro que vai lhes dar felicidade, mas a forma como decidem conviver com estas pessoas ou sem elas.
Não é a situação que fere, mas as escolhas de como viver dentro da situação. Por isso tu sente menos dor no contato com o uso de bebida que ele faz, tu decidiu como deseja te sentir junto dele, independente do que ele faça. Esta é a chave para a libertação. Ninguém coloca a culpa em ninguém e cada um vive suas escolhas, juntos ou separados... Cada um escolhe se vive o inferno ou o paraíso, por mais que o mundo externo esteja desabando.
Vamos, tu tens de buscar teus contratos.
Nem discuti, eu não sabia que contratos eram, mas minha mente inconsciente já sentia que era algo grave e que tinha chegado o fim de tudo aquilo.
Subimos mais um lance de escadas de metal e paramos dentro de um pavilhão de escritórios, cheio de chefes que me olharam com cara de poucos amigos. Segurei firme a mão de Wal e pedi que não me deixasse, como resposta senti ele apertar a minha e ficar ao meu lado.
-Quero TODOS OS MEUS CONTRATOS COM VOCÊS, já fui dizendo com educação.
Um deles riu alto e os outros acompanharam. Ele foi até uma gaveta, pegou um punhado de pastas e jogou sobre o balcão.
-Estão todos aí!
Eu senti que não era verdade e olhei Wal de olhos preocupados. Mentalmente ele me disse: - Peça o Contrato Rosa.
-Eu quero o Contrato Rosa!
As risadas sessaram e fui fuzilada com olhares. Ele se afastou e buscou uma pasta rosa e a arremessou sobre a mesa fazendo com que muitos papéis se espalhassem. Soltei a mão de Wal e esqueci tudo, esqueci Wal, esqueci as dezenas de chefes perigosos que estavam ali e puxei uma cadeira. Pela primeira vez era eu que não estava com pressa, pois eu sempre descia com pressa.
Comecei a ler os contratos da pasta rosa e senti vergonha, senti tristeza e ao mesmo tempo fui me perdoando por ter contratado aquilo tudo por estar machucada e ignorante. Eu havia contratado com os cirurgiões do pavilhão hospitalar as doenças que matavam corpos femininos em contato com homens drogados. Contratei que eu queria o câncer de mama, rins, bexiga, aparelho feminino e intestino. Contratei que viveria atrelada a um homem alcoolizado, nasceria de pai alcoolizado, em família de dependentes alcóolicos, contratei sem precisar que seria uma vida assim, pela eternidade...
-Que maravilha!! (Coloquei as duas mãos na cabeça)!! – Parabéns para minha raiva, pelo rancor, pela ignorância... Que me levaram até aqueles contratos e me fez assina – los.
Sem saber de onde tirei aquilo cuspi sem me preocupar, mandando: - Quero a pasta cinza!
Silêncio no recinto, gente furiosa e Wal com sorrisinho nos lábios.
Logo uma pasta cinza aterrissou sobre a mesa, na minha frente.
Peguei ela e nem ergui a cabeça: Lá estava: Pasta de contratos com “fulano de tal”.
Minha mágoa, raiva, ódio por tudo que passei me ajudou a contratar com minha “vítima ferida” o seguinte: - Vou ser ajudada a ter força, foco, persistência e vou destruí – lo para que sinta o que me fez sentir.
-Parabéns outra vez!
Nesta hora eu já conversava comigo mesma esquecendo de todo mundo ali. Eu sentia pressa agora, pressa de rasgar tudo, de sair dali e ser livre do rancor das mulheres que fui e que tinham contratado tudo aquilo. Eu nem queria mais me livrar do peso de viver com alguém alcoolizado, eu queria era me livrar de tudo que eu escondera em meu inconsciente até agora.
Rasguei os contratos com os chefes e juntei cada pedacinho pra garantir e acomodei nos meus braços, junto com a pasta rosa e cinza e pedi para Wal me tirar dali.
Abri os olhos e estava outra vez sob o pé de árvore e no gramado de luz. Na terra já eram 7h e 20 min.
Quando olhei para o horizonte vinham duas crianças, um menino e uma menina e meu filho atual. Olhei eles correrem na minha direção e chorei desesperada de alegria. Era Pedro, Bianca e Kevynn, os filhos de outras vidas que tive com esta pessoa e que tive de criar sozinha, que presenciaram o inferno, o álcool e o desespero. Eles me abraçaram entre risadas e os pequenos me disseram: - Mãe, tu perdoou ele, agora vai ser só alegria, tu está livre e nós estamos muito mais porque sabemos que teu coração sorri.
Choramos abraçados, deixando as mágoas, as tristezas e dores para trás. Deixamos o medo que sentíamos daquela pessoa quando bebia, dos seus gritos, da sua voz eclodindo em nossas almas aflitas e nos abraçamos outra vez.
Ele já havia evoluído muito e nós também. Todos estavam escolhendo seus caminhos e a vida não seria como nas outras vidas.
Os filhos me beijaram, acariciaram e ficaram ao meu lado enquanto mentalmente eu criava uma intensa energia para transmutar os contratos que havia trazido comigo. Eles foram ficando cheios de luz e as assinaturas e letras viraram pássaros e voaram para o alto, enquanto eu me sentia livre, sentia que dispositivos graves iam me liberando e apaziguando.
A bebida não era mais um fantasma que eu tinha que assumir. Eu poderia seguir em frente e não precisar mais disto, fosse de pai, de marido, de qualquer pessoa na minha vida.
Eu estava consciente e esta consciência me roubava qualquer sensação de medo ou angústia. Eu sabia que comportamento deveria assumir e onde queria acordar todos os dias da minha vida preciosa e cheia de caminhos lindos.
Eu não desejava mais aquilo e havia decidido ir embora aos poucos, com calma, com paz, com respeito, com carinho...
E você, o que deseja para sua vida, para seus dias, para seu corpo, mente e alma?
Com que tipo de comportamento ou pessoa você deseja dividir seus dias, sua vida, seus sonhos?
Como você deseja se comportar com este ser daqui para frente?
Desça naquele seu inferno astral, seja ele qual for e o enfrente com muito amor, consciência e respeito.
Gratidão.

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Porque estes pais?



Contratos Sagrados:


...E você, já se perguntou por que precisa estar no “rótulo de filha ou filho” destes pais?
O que está dentro de você, que você veio curar e eles despertam em você?
O que você precisa aprender e eles, e o comportamento deles está tentando te ensinar?
Porque você os escolheu? Porque sua energia os atraiu?
O que você ainda guarda dentro de você e os culpa? Será que não há um pouco deles dentro de você e você não quer admitir?
O que você escolhe daqui para frente, ser seus pais, culpa – los ou ser livre, fazer diferente?
Deixe partir a projeção que você coloca sobre os ombros destas pessoas e assuma sua força, sua total responsabilidade, seja um empreendedor, siga em frente, faça da dificuldade um degrau!!
Você já parou para pensar que é ou será pai ou mãe e que seus filhos vão rotular você e culpa – lo? Ensine aos seus filhos a serem livres para analisar através do aprendizado que a situação ou pessoa tem para oferecer e não o ensine a alimentar a vítima!
A vítima amargura eternamente, o empreendedor usa as ferramentas para crescer e ter autonomia.
E então, você nasceu para ser, vítima ou um empreendedor?


Com todo meu carinho, minha experiência, meus erros e meus acertos.

ASS: filha, mãe, profissional, vítima,ser humano, alma, empreendedora,

Uma hora a gente cansa...



Esta noite Wal (meu amado Mentor Espiritual) colocou minha cabeça cansada no colo e me disse assim:
-Quando você sabe o que quer tudo se transforma em paz;
Todo afastamento gera uma nova aproximação;
Toda trincheira erguida vai ao chão e se transforma em ensinamento;
Toda briga gera um processo interno de reconciliação;
Toda dor, gera meios para a cura;
Qualquer sensação de solidão gera oportunidade de autoconhecimento;
Faz da tua estrada um local coberto de flores onde teus pés, a cada pedra, transformem - se em ninho seguro que santifiquem a chegada ao teu coração;
Transforma a tua alma crística em um templo sagrado, onde cada visitante tenha de seguir o ritual do dono deste local santo, tenha que limpar os pés para visita - lo, pois o responsável por ele aprendeu a descalçar - se para adora - lo.


Wal...

Boa noite.

E agora?



Você até pode ser a mulher certa, mas o cara errado, sempre será o cara errado .
Bom dia e deixa de ser teimosa!! Enquanto o errado não for libertado, o certo nunca vai se aproximar. Se te causa mais caos do que paz, não é amor, é apego!!
Tem coisas e reencontros que realmente precisam acontecer na sua vida, mas ele tem um tempo para durar, um ciclo para concretizar, tentar manter além do programado é sacanagem com você mesma.

Obs: E isto serve para os meninos também, que estão presos em relacionamentos que só atrasam...

Nascendo em casa outra vez...






Hoje acordei chorando, apesar de toda minha busca espiritual não é fácil perder um amor... Fechando 3 anos que perdi teu corpo adorado, mas tu ainda latiu depois da morte física para me dizer: - Olha Mãe!!To indo com eles, mas eu to bem, fica tranquila.
Logo depois eu me divorciei e fiquei só, o medo da noite, dos ataques espirituais era aterrador e eu lutava a braços com invasões feias em meu quarto...Um dia ele entrou e seu espírito deitou aos pés da cama, em sentinela, lambia minha mão nas noites mais difíceis e nunca mais deixou que alguém entrasse ali e tentasse me machucar espiritualmente. Tua alma foi meu arrimo na solidão, na dor da tua saudade e eu sou grata por te ver e te ter fora daquele corpo que eu amei.
Lobo renasceu!!!!


‪#‎LOBOamoreterno‬
E é tanto amor que tu renasceu e voltou para meus braços outra vez

Você quer salvar sua relação com seu irmão (a)? Projeções emocionais deturpadas entre irmãos.





Você quer salvar sua relação com seu irmão (a)?

Projeções emocionais deturpadas entre irmãos.

A primeira constatação é: - Você não é a vítima da história triste e nem eles.
A segunda constatação: - Você que planejou estar onde está e se relacionando, ou tentando relacionar – se com estas pessoas. Por que você fez isto, já que é um caos? Bem, seu Eu Superior, sua consciência equilibrada, sabia que você era capaz de sair com sucesso desta empreitada, simples assim.
Terceira constatação: - Você nasceu exatamente na família, na casa, com os pais e irmãos que precisava... Você não está no lugar errado e sendo forçado, sem um motivo, a encarar estas pessoas e comportamentos.
Quarta constatação: - Seu irmão ou seus irmãos são gatilhos seus para disparar o que você veio curar... E você é o gatilho que eles precisavam para curar o que trouxeram.
Quinta constatação: - Então, depois de todas estas constatações, não há mais como se sentir uma vítima, como alimentar a mágoa, a raiva, o ciúme e a projeção, culpando – os pela sua situação e pelo que você está sentindo, ou pelo que você passou.
Hora de encarar o que VOCÊ VEIO FAZER AQUI e deixar amadurecer esta relação com você mesmo.
Há uma lei universal, igual a de ação e reação, que explica o seguinte: - Tudo que há no outro e que você repudia, não gosta, julga, aponta o dedo, há em você... Ou já houve... As pessoas só estão em sua vida por um motivo, te ensinar algo muito bom e nunca para ficarem te ferindo. Entenda, aceite isto, trabalhe em cima desta perspectiva e elas vão embora...Ou ficam e se tornam seus grandes amores.
Tenho atendido casos de familiares que estão em um verdadeiro caos emocional, lançando suas mágoas, sua revolta sobre o irmão, pois este ganhou mais, tem mais, consegue mais... Recebeu mais amor, mais brinquedos, mais atenção, mais respeito, mais proteção...
E eu pergunto então, e o que isto despertou dentro de você? Qual foi a emoção desequilibrada que brotou em você, enquanto você crescia e assistia a toda esta cena?
É aí que iniciamos o caminho de cura, de perdão sobre os pais, sobre os irmãos, pois você está vivendo exatamente o que sua mente inconsciente acredita que precisa, por mais que isto te machuque. E só cabe a você cicatrizar isto ou continuar se ferindo e jogando a culpa no comportamento ou na personalidade do outro.
Seu irmão (ã) também está na família certa, na casa certa, com as pais certos e com você... A personalidade dele não tem nada a ver com o que você está sentindo, ela só te mostra o que você esconde aí dentro e quando você entender que ele também suporta sua personalidade, você vai ver que ele também tem de lidar com seus arroubos, seu comportamento, seus posicionamentos. Então, é uma família toda lidando com suas personalidades congênitas, ou seja, emoções que vieram ser curadas e que precisavam de todos vocês unidos para aflorar e ser equilibradas.
A escolha primordial é: - Vão continuar engalfinhando – se, acusando, culpando , brigando e magoando, donos de verdades mentirosas e enganadoras, armadilhas que roubam o tempo precioso que vocês tem para aprender a harmonizar e assumir sua parcela, ou vão assumir sua parcela , arregaçar as mangas e ir em busca do que vieram fazer?
A grande maioria cai na armadilha da encarnação, ou seja, acreditam que estão sendo magoados, acreditam que não ganharam o que mereciam, acreditam que foram injustiçados, acreditam que precisam brigar e mostrar sua mágoa toda hora ou, pior, remoer para si mesmo a dor que sentem por não terem a vida de seus sonhos satisfeita. Entenda que enquanto você não encarar o que veio fazer, esta vida não vai rolar, não vai rolar sentimento. Uma vida harmoniosa só começa a acontecer quando você fica em paz por dentro, a sua família só é esta porque você vive estes atritos internamente e precisava criar no externo algo que lhe mostrasse o que seu inconsciente faz com você aí dentro. Os outros só fazem com você, o que você mesmo se permite fazer com você e se não está gostando do tratamento que vem recebendo, mude sua forma de agir com você mesmo.
A grande sacada é: Se você não ama realmente seu irmão (ã), você não precisa sentir culpa, a grande maioria das pessoas passa uma vida toda se culpando inconsciente por não sentir amor pela família, pelo outro. Ninguém é obrigado a sentir amor por alguém e aí está a grande sacada, nós estamos aqui para começar a desenvolver este sentimento, primeiro harmonizando – nos com nós mesmos, sabendo o que queremos e o que não queremos e depois levando isto para a relação com o outro. É no harmonizar relações, tentar assumir nossas projeções e tirar esta responsabilidade dos ombros do outro, que iniciamos o processo de viver bem com o outro. Nesta viagem de auto – percepção vamos esvaziando o fel e vamos encarando que é com nós, está em nós a mudança e que o outro está ali nos ajudando com seu comportamento.
- Mas, Paula como alguém pode estar me ajudando com este comportamento horrível que tem?
Não foque o comportamento do irmão, ou do outro, foque o que este comportamento dispara dentro de você: raiva, mágoa, ciúme, tristeza, ódio, vitimização, indignação... E foque – se na emoção que você descobriu. Trabalhe em cima dela para minimizar, para que você a domine e não mais ela te domine.
A mente é um guardião muito sagaz e manipulador, porque para você não entender que você é responsável pelo que está sentindo, ela vai te fazer colocar a culpa no outro, ver os defeitos do outro, o comportamento do outro e vai fazer você odiar alguém, tudo para que você não descubra que você é o responsável por esconder esta emoção traiçoeira. De ajudante seu, seu irmão passará a ser o grande culpado pelo que você sente. Sua mente é capaz de fazer você somatizar um câncer para não deixar que você descubra que o motivo deste câncer é uma emoção desequilibrada que você esconde...
Ela é capaz de fazer você odiar alguém que você traçou e nasceu para amar, para perdoar, para harmonizar e pelo menos não sentir tanto rancor... Sua mente inconsciente será capaz de te fazer ficar sozinho, abandonado, só para você não ter alguém que te ajude, mesmo com um comportamento inadequado, a ver o que você guarda dentro e veio reconhecer e curar.
É por isto que os profissionais da psico estão aqui, porque a mente é sagaz e um desavisado, VOCÊ, pode não perceber o que ela está fazendo, os subterfúgios que usa para te ludibriar, iludir e te atrasar. Estamos aqui para te direcionar, por que na maioria das vezes, sozinho e no meio do caos, você não vai conseguir entender tudo isto.
Se você está tendo dificuldades com seus irmãos ou com um em específico, ou eles com você, é hora de parar tudo, deixar o ego, o orgulho e a arrogância de se achar sempre o certo de lado, e conversar com você mesmo: - O que é que meu irmão, meu “ajudante enviado por Deus”, está tentando me mostrar com seu comportamento?
- O que é que está aflorando, gritando dentro de mim, qual emoção tenho que focar para curar?
Seja grato ao irmão que nasceu contigo, não estou dizendo para você aceitar desrespeito, grosserias, mal comportamento, mas que você veja o outro lado desta história triste, o lado em que ele ou ela, aceitou nascer contigo e que só ele poderia despertar em você esta emoção desconhecida.
Valorizamos muito os amigos que nos tratam com amor e carinho, mas nossa mente inconsciente e teimosa muitas vezes não consegue curar algo só com gentilezas e melosidades, muitas vezes ela pede alguém que bata de frente conosco, com nosso ego, alguém que tranque pé e nos faça surtar dentro da maldita emoção que nos corrói e que só salta para fora porque aquele “amor de pessoa” está ali cutucando, PEDIMOS ALGUÉM IGUAL A NÓS, COMO UM ESPELHO, E ASSIM, NÃO TEMOS COMO ESCAPAR, POIS TEREMOS DE CONVIVER COM NOSSO EAPECTO OCULTO NAQUELA PESSOA, NO REFLEXO DAQUELE ESPELHO.
Quando você for mais dócil e mais aberto, vai começar a curar suas emoções através do amor, de pessoas que venham cheias de gentileza e te digam: - Olha fulano, tu tem de focar isto para curar, pessoa linda, mimosa, adora!!
Enquanto você acreditar internamente que precisa sofrer para curar, o Uni com certeza, vai te obedecer e vai te enviar um irmão difícil, mais amado, mais abençoado, mais acariciado, mais protegido, mais grosseiro, mais egoísta... Para te ajudar.
Tudo que acontece com você, inconscientemente, ou conscientemente, você está fazendo aqui fora... Ou dentro de você. Pense sobre isto, reflita, medite... Por que a mente vai tentar te fazer acreditar que você não merece o que está vivendo e que todo mundo é vilão: Pai, mãe, falta de pai, de mãe, irmão mala, sogra cobra, marido traidor, esposa alienada, filho mal agradecido, vizinho purgante, cachorro desobediente...
Ninguém é vítima, ninguém é o vilão.
E se você não está encontrando as respostas do que está vivendo no aqui e agora, no seu inconsciente, saiba que provavelmente você também está resgatando aquela mãe alienada e que abandonava que você envergou um dia, aquele filho mal agradecido que você foi quando era o Joãozinho da outra vida, A Mariazinha maléfica e que separava todo mundo lá na idade da pedra... A sogra tinhosa que queria manter todos os filhos debaixo da asa e que destruía casamento de filhos...
Nada se sucede por “acaso”, pelo amor de Deus, eu sempre digo que acaso é um rótulo que alguém inventou para fugir de suas responsabilidades, pois fica mais fácil ter algo ou alguém para jogar o fardo.
Vocês desceram, renasceram juntos por que com toda certeza sabiam que poderiam se perdoar, acalmar, reconstruir esta relação, Teu Poder Superior, o Deus que você acredita jamais deixaria você assumir uma responsabilidade que você não tivesse forças para encarar e sair vitorioso. Isso é lei, é fato!!
Se não aceitarem resolver esta relação agora, TERÃO DE RENASCER JUNTOS MUITAS OUTRAS VEZES ATÉ HARMONIZAR. Renascerão como mãe e filho, marido e esposa, irmão e irmã e por aí vai o rosário de reencontros.
Saia da armadilha e pare de perder tempo com brigas, afastamentos, discórdias, foque em resolver.
Pare de perguntar: - Meus Deus por que eu, por que comigo, sniff, sniff, sniff!!!
Mude para: - Meu Deus, como posso resolver isto?
E te digo, quando você entoa o mantra para resolver, cara me arrepiei, a galera da luz desce em peso e te movimenta, movimenta a escuridão das brigas , das mágoas e te ergue nas alturas para que nada te atinja mais, para que aquele irmão não adorado se torne o grande amor da tua vida!!
Cheguei a me emocionar agora com esta energia!
Bora lá, encara que algumas vezes a relação de vocês ainda vai esquentar, mas foca em resolver, baixa tua guarda também e escuta o que ele precisa dizer, não te ofenda com as verdades sobre você que ele precisa desabafar... O desabafo só vale quando é permitido vir dos dois lados, você também tem obrigação de saber o que ele sente para mudar o SEU comportamento.
Não cuspa palavras e saia sem dar oportunidade, você não é tão guerreiro e decidido? Então fique e encare a briga, encare o coração que vai se abrir, a mágoa que vai sair e não se sinta responsável pelo que seu irmão sente, mas seja o “ajudante” que ele tem sido para você. Ajude – o a entender que o que ele sente é dele e que você só é o gatilho...
Depois, bem, depois tudo serena, tudo volta para o lugar.
Na minha casa, na minha família, os que realmente querem se harmonizar entre si tem uma lei, uma regra: Quebra o verbo, bota pra fora a mágoa, o fel, grita, chora, fala tudo, não deixa para depois... Mas nunca, nunca entra em uma briga em que você não está disposto a ouvir e melhorar.
Quem briga e decreta: NUNCA MAIS!!! Não está disposto a consertar ou melhorar algo.
Deixe as brigas, discussões, mágoas entre família vir para fora, só assim se cura algo... Depois acalma o gênio e senta para conversar como gente grande que vocês são.
Mágoa e afastamento é armadilha, desvia todos do que vieram fazer...
Resolva, resolva, resolva, resolva... Quem não quer resolver vai ser removido, isto é certo.
Bem, acredito que de alguma forma isto vai ajudar.

Com todo meu amor, carinho e respeito, desejo que vocês se entendam, pois eu te conto uma coisa: -Se eu consegui no tempo em que era uma alienada... Você consegue, pois a informação está na tua mão, pronta para te guiar e entrar no teu coração.
A decisão só depende de você... E nunca do outro. Faça sua parte que a parte do outro é responsabilidade dele.

A você mulher linda que está passando por uma separação, um divórcio, eu só tenho uma coisa a dizer: Cresce intensamente, vence todas as barreiras, cria as tuas oportunidades e a tua estrada, fecha o ciclo definitivamente e foca em te conhecer e sentir o teu potencial, pois se você focar em conhecer - se e defender com o coração o que você realmente quer, o ciclo novo será regado a amor, paz, prosperidade e auto - amor, pois quando você defende e prioriza a pessoa que você é, tudo que você atrai vem para somar e não para perturbar.
Quando você sabe quem você é, o que você quer, o universo entende o comando perfeito e te envia a tua programação Original, aquela que você estipulou junto ao seu Protetor Espiritual e nada... Nada se aproxima sem que você saiba lidar.
O foco é: Conheça - se! Busque ferramentas para solidificar tua personalidade, teus sentimentos mais puros, teus sonhos e objetivos e não se deixe desviar por nada nem alguém. Quando você não vive a SUA vida e vive a dos outros, não há como ser feliz e ter amor... Pois o amor começa quando você se escolhe e se torna sua protetora aqui na terra.
Que quem ou o que chegar na sua vida seja para somar o que você já é e o ser que você reestruturou e que não se viva mais de carências e escolhas que arrastam - se como fantasmas durante anos.

Ouça o que te alertam...



‪#‎níveldecarência‬ ‪#‎comendodoce‬ ‪#‎decolherdesopa‬

Uma vez alguém muito, muito amado me disse assim: - Paula, enquanto tu continuar com esta vida, com estas atitudes, com esta correria, com esta venda nos olhos, tu só vai acordar quando tu perder alguém.
No outro ano eu perdi alguém muito especial, para o qual eu nunca tinha tempo, para o qual tudo vinha antes e esta pessoa depois.
Depois deste dia eu parei tudo, eu fui me tratar, eu troquei de vida, de atitude e comecei a ver as pessoas antes do meu trabalho, antes da minha correria, antes do meu estresse, antes dos meus compromissos e chefes. Eu comecei a brilhar mais do que minhas panelas de casamento, comecei a limpar menos a casa porque a vida é muito curta para ser obsessiva todos os dias, passei a trabalhar com o que amo por que me faz sorrir e eu avisei o universo decididamente: - Daqui pra frente as pessoas que amo vem em primeiro lugar...E foi assim que aconteceu.
Hoje eu não perco mais ninguém e só me perde quem não tem tempo pra mim.
Eu não faço exigências descabidas, não me importo quanto você tem na carteira, qual seu título, como é a sua casa, de onde você vem, o que você faz... Eu só quero saber se para onde você vai tem espaço pra mim sem eu precisar pedir.
Se alguém te quer na vida dela, você não precisa fazer força para estar lá, ela vai te colocar na vida dela, porque sempre houve espaço para você.
Tenha espaço na sua vida para os amigos, para a família, para os seus animais, para você.
Ficar com você e cuidar desta pessoa que você é, vai te ensinar como tratar os outros e principalmente quem você ama.
Se você não tem tempo nem para você, com certeza o uni vai remover afetos, pois onde não há tempo e espaço, onde não há prioridades, não tem lugar para mais amores. Onde não há prioridades que respiram e sentem, não floresce corações, não sorriem almas... Não acontecem loucuras deliciosas de amor e amizade...
Quando você chegar lá em cima e sentar para rever o que fez e o que não fez, vão te perguntar: - O que você fez do seu tempo, com quem investiu, fez o que desceu para fazer?
Desejo de coração que você não tenha que responder que o investiu em lustrar o carro dos seus sonhos todo final de semana e nem em lustrar os móveis e panelas.