Obrigada pela sua presença no Blog do Mãos Que Curam!

Obrigada pela sua presença no Blog do Mãos Que Curam!

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Histórias de Mãe...

Minha mãe passou minha vida inteira me contando sobre o caos que foi o dia do meu nascimento, desde o nascimento puxada à fórceps, "ferro", o caroço feio que ficou na minha cabeça, à enfermeira que subiu em cima da barriga dela para me empurrar e me fazer sair. Depois de tentar remendar e dizer que eu era o bebe mais lindo da maternidade e que as enfermeiras se revezavam para me mimar, logo ela iniciava um monólogo sobre a outra enfermeira que ao me levar para o banho, havia batido minha cabeça na pia e me deixado com uma bolha horrível na região onde estava instalado o caroço do fórceps. Logo, no berçário eu toquei o terror na gurizada e acordei meio mundo infantil, com meus gritos eu coloquei para chorar outros bebês que estavam calmos e que dormiam em paz. Não bastasse eu me recusei a mamar naquela noite e de fome berrava mais ainda, deixando minha mãe, uma adolescente de 17 anos e outra enfermeira em apuros. No corredor, meu pai com 18 anos, ainda furioso, queria acertar contas com a enfermeira que havia me machucado... Bem, continuei sem querer ficar com minha mãe no quarto e berrando afinada no berçário... Chorava a magoa do tapa que levei do médico e que ainda ardia... Até que um homem muito gigante, vestindo roupas brancas e com lindos olhos verdes se aproximou sorrindo de mim e com todo amor e paciência me disse: - Vai ficar tudo bem, você vai para casa e eu vou contigo, sempre vou estar contigo, porque eu te amo e vou te proteger minha pequena querida, (esta é a tradução do meu nome e foi Wal quem me deu ele). Era Wal, meu Anjo da Guarda e daquela noite em diante eu confiei e parei de enlouquecer aquele hospital e o povo que estava ali. O que eu quero te dizer com minha cômica história rebelde, sim, ali no berço eu já mostrava como eu era, é que você tenha a humildade de escutar alguém, mesmo que o momento seja de desespero, de gente estranha, de dor. Que você ouça quem te ama e realmente quer te aconselhar para que você não toque o terror e destrua seu lindo caminho e as oportunidades. Que você, seja adulto ou um adolescente, pare e escute orientações para seu bem, para que a estrada não fique ainda mais difícil. Tudo que te acontece, é gerado pela sua mente, até mesmo a pobre enfermeira que bateu gravemente a cabeça do bebê, foi desequilibrada pelo poder mental rebelde daquele serzinho. Você me entende?
Pare com a arrogância de achar que sabe tudo e que as pessoas que te amam só te enchem o saco... Um dia elas vão embora e você fica só e chorar arrependido não traz de volta...
Por mais que você esteja metido em algo que acredita que não tem como modificar e precisa sofrer, ouça a voz... Siga o conselho amigo de quem quer te ajudar. E assim, vão ter boas e engraçadas historias para contar junto à você e não histórias tristes e com um final assustador, sobre você.
É a sua história, faça ela ser engraçada e valer a pena.

Entre dois Mundos.

A maior parte de minha vida eu a vivo entre os "mortos", isto eu não posso negar. A mediunidade chegou comigo na maternidade, quando Wal entrou e me acalmou e eu fiz disto um suporte para domar minha alma e estruturar um trabalho que me desse prazer, aventura, viagens pelo mundo de Bob e maturidade. Onde eu pudesse aprender muito, pois eu amo aprender e onde eu pudesse ensinar um pouco para quem cruza meu caminho... No fim de semana eu tinha uma aventura que há quase 10 anos eu não fazia: Ir até uma casa e ver o que estava acontecendo, pois a dona do quarto, uma linda adolescente, não conseguia dormir nele e estava com medo...
Bem, eu cheguei pronta para tudo, para enfrentar ameaças, ver vultos, calafrios, sensações estranhas e conversas mentais. Cheguei pronta para "doutrinar", encher os ouvidos dos mortos e convencê - los a parar de fazer mal para a menina e encontrar a luz. Mas, o que aconteceu me surpreendeu de uma forma linda, que me tocou e me fez crescer mais um pouco. As vezes esperamos crescer pelos golpes duros da vida, das palavras grosseiras, porém podemos ser merecedores de aprender por outros meios suaves... Como conversar com os mortos do submundo ferrenho e ser colocada no colo... Cheguei e procurei deixar meus próprios problemas de lado para ser útil, pois eu estava com um problema emocional, digamos assim, me fazendo introspectiva e me ensinando a sair do papel de vítima. Entrei no quarto da menina, tranquei a porta, sentei na cama em posição de meditação e me preparei para chamar a galera do bem e sentir o que realmente estava acontecendo. Logo a cama cedeu e um espírito com capa negra sentou na minha frente. Usava um capuz e me deixou ver a forma dele, uma caveira... Não me assustei, mas por minha mente passou como ele era feio e o quanto eu ficaria com medo se ele me abordasse quando estivesse desprotegida, saindo do meu próprio corpo na hora em que eu dormisse.
-Quer que eu assuma outra forma mais confortável para você, para podermos conversar? (Ele perguntou sereno). Antes que eu pudesse dizer que tanto fazia ele assumiu a forma de um ser de vestes brancas e rosto lindo. Sorrio para mim e disparou: - Assim está melhor?
Fiquei olhando para ele e para suas artimanhas e o admirei por estar tendo aquela conversa comigo de forma educada e serena.
- Podemos tomar a forma que quisermos...
-Por isso ensino as pessoas a sentirem vocês... A sensação nunca engana, mas a aparência sim. (Respondi tranquila).
Ele me explicou que estava ali porque a menina o contratara para no momento que saia do corpo, ser levada para o submundo para aprender algumas ferramentas e comportamentos condizentes com a vida que desejava: Dinheiro, sucesso, bens materiais e uma posição social excelente. Ele a ensinava a manter a postura do corpo e da energia, disse que era um doutrinador, um professor. A ensinava o que desejava. E que se minha preocupação e da mãe dela era que ele fazia mal a ela, que ficassemos tranquilas, seu objetivo era ensinar a menina e outros, a terem a vida que queriam. Assim como na terra haviam escolas para isto, nada mais natural que no submundo houvesse também. Perguntei o que desejava para deixá - la em paz e ele me olhou fundo nos olhos: - Apenas que ela me mande embora e encerre o contrato, não tenho tempo para gente que não sabe o que quer. Não sou um obsessor que deseja segurar sua presa, sou um professor, e quando meu trabalho acaba eu simplesmente obedeço e vou embora.
Eu o olhei e fiquei ali, domando minha mente cansada com meus próprios problemas pessoais.
Ele me encarou sereno e disparou: - E tu, onde está todo aquele orgulho e arrogância que te levaram tão longe? Tu foi muito admirada no submundo, pois sabia onde ia e o que queria... E sempre conquistou o que quis...
Aquilo foi como um tapa na dor que eu estava sentindo naquele momento. Olhei ele com calma e compaixão por mim mesma e respondi: - Consegui em outras vidas tudo de forma dolorosa e pelo caminho da raiva e da mágoa o que me custou 400 vidas tendo câncer para aplacar minha ira e minha revolta.
- Você continua bonita, mas agora é uma beleza diferente... Ainda te admiramos e sabemos que um dia, inevitavelmente, todos do submundo teremos de seguir teus passos, no caminho da verdade... Mas, há algo que tu não pode deixar para trás...
Eu o olhei curiosa: - Ter fé na tua própria companhia...
Como eu demorei a assimilar ele ainda sentado me explicou: - Tenha mais fé na tua companhia, ela vale ouro... Um ouro que tu anda procurando na companhia dos outros. A única coisa que vai te levar a algum lugar Paula, é o seu auto - amor...
Eu fiquei ali, olhando para ele, absorta em minha própria vida.
-Obrigada, eu sou grata pela tua atenção. (Foi o que senti vontade de lhe responder, porque eu começava a entender exatamente do que ele falava). Ele estava conectado com minha mente e com o problema que eu estava me debatendo.
De tudo que aprendi no caminho das obsessões, doutrinações, era me melhorar de verdade, sem máscaras para poder trabalhar no que eu faço, pois no mundo dos espíritos não existem máscaras ou pensamentos que não sejam detectados por eles. Você pode até achar que esconde algo, mas é um ledo engano da sua parte. Eles sempre sabem o que você faz e esconde, o que você sente e engana - se...
- Talvez a melhor forma de saber, seja enfrentar o medo de ficar sem. Soltar, parar de agarrar - se desesperadamente. Colocar na balança do sentimento e ver o que vale mais... Talvez o grande segredo, o passe de mágica, seja ficar sem e aprender a vivenciar isto com equilíbrio e foco, sem vitimização e mergulhos em um passado que fere e não mais te acalenta...
Ficamos ali, ambos olhando para um vazio particular, absortos em vidas opostas, mas que nos levavam até ali, naquela conversa linda e esclarecedora, vinda de um ser sem luz, que ensinava jovens a ter uma vida de sucesso passando por cima de seus sentimentos e dos sentimentos alheios... Agradeci mais uma vez e o admirei pelo tempo despendido a ficar comigo. Ali, ele envergava seu dom, o de professor e partia deixando na minha alma admiração pela sua humildade em mostrar - me que não havia só um caminho e que cada um escolhia o que desejava e que ele só estava ali porque queria me dar uma dica de qual caminho eu realmente queria. Ele só me deu a dica, fez cair minha ficha.
-Diga para a mãe da menina que não quero machucar, e que vou embora se a menina mandar - me... de verdade.
Fiquei mais um pouco ali, sentada, pensando no quanto eu era abençoada por fazer parte de dois mundos, um mais lindo que o outro e levantei, calcei meu tênis, coloquei aquela conversa no meu coração e sai, para acalmar a mãe e a menina e para refazer meus próprios passos.
Gratidão Universo.

Caixão em Vida...

Zona de conforto é zona morta. Apesar de todas as desculpas que sua mente possa estar tecendo e te fazendo crer, eu te digo que você está morto e não quer admitir. Saia do seu caixão confortável e reviva com atitudes e pare de sonhar com a bunda no sofá. As coisas não vão vir, elas é que estão te esperando. Se esta era sua falha de comunicação com seus objetivos, pronto, já deixei a dica... Agora vai lá e dá o primeiro passo, nem que este passo seja contratar um coach que vai te orientar a não perder tempo e não mais cair na armadilha do caixão em vida.
Te desejo sucesso.

?



Quer saber? O que move as mudanças na sua vida é o seu relaxamento. Faz o que está ao teu alcance e não te mete no: como? Quando? Onde? Quem? Isto é serviço do Universo. Solta, entrega, confia. Vai te distrair, fazer umas selfies , sair com amigos de qualidade, respira e foca no teu sorriso. Andar carrancudo não é um bom convite para a Lei da Atração Universal.
Sua fixação é um estado tenso e tensão nunca relaxou ou auxiliou alguém. Quando você está tenso, você está armado, negativo, com medo, nervoso, impaciente e você vai atrair mais disto.
Solte e entre na vibe da confiança de que, mesmo sem saber como ou quando, o que é seu é bom, prazeroso, calmo, relaxado, então é isto que você vai atrair.

Se faça entender, um favor a si mesmo...

Não "de a entender", " se faça entender". A maior parte dos atritos e separações ocorrem porque uma das partes, ou ambas, acreditaram que estavam se fazendo "diretas" ou que o outro fosse adivinhar o que desejava ou queria dizer. O que mais Presencio dentro de consultório são afastamentos por se crer, que,... O outro é adivinho.
Seja claro em todas suas relações, expresse o que quer, o que não gosta, o que gosta. Fale com todas as letras e pare de perder tempo, arrumar confusão ou criar separações que terá de resgatar em outras vidas.
Fale, simples assim. A maioria confunde objetividade com estupidez ou arrogância. Não caia na armadilha de ter medo de ser direto. Não ser objetivo pode lhe custar a encarnação.
 Emoticon wink

Semelhante atrai semelhante!!

Você já parou para analisar algo primordial que é: - Semelhante atrai semelhante? Nunca opostos vão atrair - se. Aquele problema que você enfrenta com uma pessoa, ou várias, com situações, primeiramente está em você.
Como assim, está em mim? Mesmo que inconsciente, você tem o comportamento da pessoa, ou acredita que merece passar por isto. Então, "plimmmm", está dado o comando para o universo e lá vai você se debater com pessoas ou situações que te desagradam. Uma grande parcela das pessoas reclama que este tipo de pessoa e situações se repetem em sua vida e não sabem mais o que fazer para sanar. Simples, se permita alguns minutos de " solidão ", fora das redes sociais, de rodas de amigos ou fora da situação enlouquecedora e pergunte - se: - O que eu preciso aprender com esta pessoa ou situação? O que há em mim, nas minhas crenças ou atitudes que atrai isto para mim? É aí que entra a calibragem, você entente que você é o responsável por estar passando por isto e pára de esperar que um milagre aconteça. Então, depois de detectar o que há em VOCÊ, você entende qual atitude tomar com VOCÊ para se liberar disto.
Sempre analise você, o foco da sua atenção sempre deve estar em você, pois você é a chave, o milagre!
Mesmo que você não admita, o problema é sempre você e você sempre será a solução deste impasse.
Agora volte para dentro, faça uma vistoria e jogue fora o excesso e revalide, modifique suas crenças de merecimento.
Vou te dar um exemplo: Uma pessoa que morre de medo de ser traída. Esta pessoa tem um comportamento íntegro, anda na linha,... Mas pobrezinha, só atrai pessoas que a traiam!!! (História triste né?). Eu vou perguntar objetivamente para esta pessoa e vou trabalhar em cima da sua resposta: Porquê você acredita que merece alguém que a traia? Porquê você não merece alguém fiel e dedicado a relação com você? A mente racional destas pessoas vai dizer: - Mas eu mereço!!! E eu vou rebater:- Se você realmente acreditasse, isto não estaria acontecendo ao contrário. Vamos lá, vamos estimular o que você realmente deseja e não mais o que não quer!!! Vá em busca desta ferramenta, deste auxílio e saia do papel de vítima que tudo dá errado.
Bom dia!!!!


Não importa quem você defende que é e quais suas escolhas, se elas são certas ou erradas, aprovadas ou não. O que vale mesmo e não é nem lá na frente , é o aqui e agora, é o que esta construção vem lhe oferecendo. Você é feliz, realizado, tranquilo? É isto que importa, o resto e os outros que aprendam a aceitar suas escolhas!! Mas agora, se é você que não está suportando o que você tem estipulado para você, por favor, pule do barco, vá se reconstruir, você não tem nada a perder. Não use "lógicas" que só te atrasam e são uma desculpa para você não mudar.
Bom dia!!!!

É do seu jeito...

As pessoas me perguntam qual a receita... Não há receita, o que existe é foco, medo misturado com coragem e ação desvinculada de "mimmimis". Simples assim. A minha fórmula é sentar comigo mesma, assumir minha responsabilidade, corrigir minhas falhas sem culpa, nunca culpar alguém ou algo e jamais, jamais desistir se existe aquela emoção aqui dentro que me faz chorar feliz e ter fé para proteger este sonho. O negócio é parar de correr atrás e ir ao encontro, fazer tua parte e não se meter em coisas que são função do Uni. Ciclos terminam e pessoas vão embora, eu ergo a cabeça, deixo o melhor que eu sabia fazer e uso a experiência para atrair mais e cada vez melhor, nada de repetir o que me é desagradável.
Se eu precisar sair da minha zona de conforto e enfrentar monstros, eu programei minha mente para ver estes monstros como algo que minha persistência e respeito vão conquistar e que logo, logo, eles vão estar me ajudando e não mais me assustando de baixo da cama.
Saiba aliar - se ao universo e conquistar a amizade de tudo e todos que te assustam. Esta é a melhor parte de você que vai te guiar.
Bom dia!!!!
Um dia minha mãe gritou comigo furiosa: - Tu não é todo mundooooo!!!
Eu devia ter uns poucos anos e então, arriscando apanhar, mas eu precisava tirar a dúvida... Eu olhei pra ela e perguntei: - Então quer dizer que eu posso decidir fazer aquilo que EU sei que eu quero?
Até hoje ela não me respondeu, mas quem precisava responder aquilo era eu mesma.
As pessoas estão tão bitoladas a viver automaticamente e repetir todos os dias as mesmas atitudes, decisões e comportamentos, que elas se sentem parte da multidão. Ontem pela manhã cheguei na rodoviária de POA e sentei, havia muitas pessoas sentadas onde eu estava e o sol à pino incidia agressivamente nos olhos de todos nós... Acomodei - me no banco, acomodei meu corpo de lado, desviando o rosto do sol e observei: Todos estavam sentados de frente para o sol tentando proteger o rosto com as mãos, com um papel, outros esforcando- se com olhos semicerrados... Mas ninguém girou o corpo e ficou confortável, já que eram os únicos bancos.
Você entende o que eu quero expressar? Pare de fazer do jeito mais difícil, pare de ter sempre o mesmo comportamento, deixe sua mente conhecer algo novo, deixe - a sentir o prazer de ser livre.
Pare de se condicionar a um ritual diário de padrões alienados, copiados e antigos. Você não é a multidão hipnotizada, você é muito mais do que um velho hábito.
Troque seus hábitos, mude crenças que te levam sempre ao mesmo lugar... Gira o corpo e fica confortável, ainda tem décadas para você ficar exposto ao sol escaldante.
Faz disto prazeroso e confortável que você nem vai sentir o tempo passar! Desejo que você desperte, porque somente acordar não está sendo suficiente para o que você deseja.

Assuma sua vida e as decisões que você não tomou...

Bem, estourou aqui a pergunta: - como assim, não decidir já é uma decisão?
Simples: Se você baseia sua vida em esperar pelos outros, é uma decisão sua. Se você fica para trás, é uma decisão sua. Se você vive de momentos difíceis, é uma decisão sua. Se você espera pela abordagem do outro e ela não ocorre, foi decisão sua. Se você está onde está, é decisão sua. Se você já sabe o que deseja e não age, é decisão sua. Se você morre dentro de uma relação que chegou ao fim, é decisão sua. Se você atura o que atura, é decisão sua e assim, sucessivamente acontecem suas decisões inconscientes embasadas no medo, no comodismo, na culpa, na vergonha de ser julgado... Se você não decide sair deste desconforto, já é uma decisão sua. Mas para fugir da decisão já tomada, você projeta no outro a decisão, o movimento que vai te salvar. O milagre que vai estalar os dedos e te colocar em outro patamar. O Deus que você espera para te salvar e te dar a vida dos seus sonhos está dentro de você... Lembra? Feito à imagem e semelhança? Você é um co- criador, tem o poder de transformar sua vida em um céu ou um inferno e esta decisão foi - lhe dada de presente. Então pare de culpar os outros, a chuva, o acidente, a perda, o chefe, a esposa, o filho, a sogra, o cachorro. Pare de culpar sua própria indecisão, pois manter - se indeciso, eternamente em cima do muro, já é uma decisão.
Saia da alienação das suas crenças deturpadas, da velha criação, da lavagem que fizeram na sua mente e você decidiu permitir e seguir. Crie suas próprias regras, elas sempre serão corretas se te fizerem bem.
Cansar de ouvir suas próprias historinhas tristes deve ser a primeira decisão da sua vida. Saia do papel de vítima que não possui recursos, opções, tempo, chance. Pare de enganar a si mesmo e jogar o fardo nos ombros alheios. Assuma - se ou fique onde está, sem choro e ranger de dentes. Ninguém merece ficar escutando uma ladainha incessante sobre suas velhas histórias e desculpas para não ser feliz.
Fazer escolhas, muitas vezes exige deixar para trás pessoas e situações, crie coragem vivente e assuma que você tem o direito de dar o grito de independência e que tem força para assumir suas escolhas. Quem tiver de partir, também não vai olhar para trás e resolver deixar de viver por sua causa.
Não estou pregando uma vida louca, mas te estimulando a pensar em realizar sonhos que você não consegue matar nem mesmo ficando estagnado.
Vai lá, te de mais do que a opção de ficar acorrentado a estas situações e pessoas. Crie oportunidades, se prepare, porque vejo coisas lindas na auto- permissão do seu "bater de asas".
Tanta gente indecisa...
Não duvide de si mesmo, quem te mata é a dúvida e não a tentativa! Pergunte a si mesmo o que você ganha se tentar e o que perde se não tentar? Se não sair como você quer e daí? Não tem sensação melhor do que respirar fundo, estufar o peito e tentar. Tenho certeza, você vai ter ótimas e divertidas histórias nervosas para contar sobre sua empreitada na estrada da tentativa.
Desejo que lá na frente você lembre com um sorriso no rosto do seu esforço e não de olhos tristes e com o coração apertado por não ter criado ou aproveitado a oportunidade.
Bom dia!!!!
Cansada, de certa forma desmotivada... Mas não tem coisa mais linda do que colocar as mãos em uma moça linda e minha paciente e ver seu Anjo da guarda lhe acariciando os cabelos, soltando sandálias de adulto que a muitas vidas ela se força a calçar... Ver ela acariciar os ferimentos, cuidar da dor... E sentir ela me agradecer com um suave toque no meu rosto.
- Diga a ela que meu nome é Joanna e que ela me chamava de Dio quando brincava comigo, quando ainda era uma criança... Diga - lhe que ela é linda e que não carregue fardos tão pesados...
Nestas horas eu esqueço meu mundo e me permito a emoção de servir como um canal que me dá tanta felicidade.
Gratidão Universo, pela delicadeza de colocar em nossas vidas os Anjos da Guarda que nos acariciam quando nos sentimos sem rumo e sem companhia...

Um dia, todos viramos lembrança e saudade... Seja a saudade mais doce de ser sentida, aquela que emociona e deixa um rastro de sorriso nos lábios daquele que lembrar...
Por onde quer que passemos, tratemos de deixar o melhor de nós, o mundo já tem saudades dolorosas de mais... Até no ter de ser firme, falar a verdade ou colocar um ponto final, pode existir delicadeza e compaixão
Bom dia!
Você tranca tanto suas emoções, você faz sempre o que os outros querem, esconde tanto a mágoa, tranca a raiva, tranca a tristeza, tranca o medo, a solidão, tranca o desespero (affs, deixa eu tomar fôlego), que um dia esta galera toda vai causar uma rebelião, vai te tomar as chaves, te trancar aí dentro e vai tomar conta de você por tanto tempo, que você nem vai lembrar quem é...
Permita - se vivenciar tudo isto, permita- se estar vulnerável... Quando entramos em contato geramos aceitação do que está nos machucando e entendemos o que temos de fazer. Nos ensinaram a dominar coisas que acreditamos serem ruins, como estas emoções... Mas elas são parte de nós, não há como extirpar. O que podemos fazer é reconhecer o terreno para fazer ajustes e assim, edificar a construção que desejamos.
Vamos lá, permita - se ser você e sentir o que você tenta esconder de você mesmo. Não é errado sentir raiva, mágoa, medo... Errado é encarcerar tudo isto e um dia explodir perigosamente.

Os Anjos também choram...


Foi uma semana muito intensa, de cansaço, de muitos atendimentos e de questionamentos internos sobre minha profissão... Sobre eu andar cansada e desejar mudar muitas coisas... Pedi a Wal, meu Amado Mentor Espiritual, que me guiasse, que me ajudasse a entender o caminho que me conduzisse à minha programação... Hoje, atendendo uma paciente, ela acessou um intenso momento de dor emocional e permitiu - se chorar quietinha na minha maca... Enquanto eu trabalhava concentrada eu podia escutar o choro, sentir a tensão emocional e mental dela... Eu tentava respirar, mas era muito difícil, pois eu preciso conectar - me com o paciente para depois orienta - lo. A dor no meu peito era dela, a angústia terrível que eu tentava administrar no meu corpo era dela, a falta de ar... Ela havia precisado retirar os órgãos físicos de sua região feminina e também sentia desconforto devido a cirurgia... Ela estava ali com tantos outros problemas que fechei meus olhos e me entreguei. Ela precisava de luz, de serenidade e de cirurgias espirituais... E tinha me escolhido... Me entreguei com tanto amor e respeito, com tanta gratidão por merecer a confiança, o depósito de suas dores em minhas mãos... Eu sentia as dores, mas Wal me guiava. Pela primeira vez na minha vida eu senti a presença de Deus dentro de mim, como se eu me misturasse com o Todo e com tudo, como se eu fosse parte de um proposito que me dá forças... Eu sempre senti Deus como algo externo, como um cara que transita longe de mim e dos meus olhos e que me escuta sempre que estou em apuros. Mas neste dia ele soou dentro de mim como uma luz que saia de dentro de mim e me fazia sentir parte daquela linda alma que chorava em minha maca. Quando eu olhei para ela, muito emocionada eu estava, eu presenciei o Anjo da Guarda, dela, uma mulher de uns 50 anos talvez, segurar a alma da paciente entre os braços e chorar junto com ela. As lágrimas da Protetora Espiritual escorriam cristalinas, como uma luz humilde e irradiavam luz translucida. Ela orava ao Criador de almas que cuidasse da paciente, que acalmasse suas dores... Era um choro Angelical de amor, serenidade e respeito pela dor de sua protegida. Era um choro silencioso, humilde, equilibrado, como só presenciei em mães que perdem para a morte, um filho adorado e o confiam ao seu Poder Superior. Ali, aquele Anjo intercedia junto ao Criador por sua pupila, a entregava aos carinhos e cuidados daquela energia que eu sentia dentro de mim e que se espalhava de todas nós para todas as almas que sofriam.
Eu baixei minha cabeça e chorei quietinha, para não atrapalhar as duas... Olhei para as mãos de Wal e o vi cirurgiando a paciente...
Continuei ali, chorando de emoção e envolta pela paz que aquele Anjo que chorava me transmitia...
Gratidão Universo, por me ensinar qual é o meu caminho, qual é minha missão, pelo amor... Mesmo quando estou cansada da caminhada.

Você tem a resposta aí dentro...


As pessoas tem o costume de me perguntar em Consultório: _Paula, o que eu faço?!!!!
Eu não sei o que você deve fazer...
- Mas, tu parece resolver as coisas com tanta facilidade!!
- Bem, eu respondo, então agora eu posso te ajudar. Você quer resolver suas coisas com facilidade e agilidade e disto eu entendo, porque vivenciei os dois caminhos, o neurótico e o do relaxamento. Por ter escolhido a segunda opção, tudo clareou.
Vou simplificar para você entender: Se uma personalidade neurótica quer uma coisa, ela cria mil estradas para andar ao redor do que deseja a insiste na estrada onde ela estica os braços, mas nunca alcança o que quer. Ela escolhe sofrer, complicar, pegar o caminho da voz interior que diz mil mentiras e faz com que ela Alucine sobre coisas que não existem, mas que acaba crendo... Para complicar ainda mais.
O caminho do relaxamento é onde você decide confiar em sua intuição, em você e não alimenta o medo. Você convive com o medo, mas não deixa ele te paralisar. Vou simplificar: - Não de a entender, SE FAÇA ENTENDER!!! Exemplo: está com medo, aceite e se de colo, está com saudade, fale, está magoado, diga. Está chateado, fale! Está supondo sem ter certeza, comunique diretamente o envolvido! Está surtando, avise o outro e peça ajuda. Está com ciume, comunique e não crie uma briga para avisar. Está em dúvida, pergunte!
É o medo de saber se o outro gosta e quer ficar com você? Olhe nos olhos e pergunte. Deixe o medo da rejeição longe da sua mente e enfrente. Se receber um não, que bom, solta e vai ser feliz.
Quer bater papo, avise!
Está insatisfeito, fale, ninguém é adivinho e nem mesmo você!!
Quer terminar, aja!
Pare de ser neurótico, seu emocional e sua mente agradecem!
Se comunique, crie uma humildade que talvez você ainda não tenha para se expôr. Viver de dúvidas e anseios não me serve! Serve a você?
Não caia na armadilha de ficar supondo: falo, não falo? Ele (a) gosta de mim ou não gosta? Vou ou não vou?... Se decida criatura linda, você se faz perder tempo e não os outros.
Esta é a minha receita, desejo que te ajude de alguma forma.
Está com medo, vai com medo mesmo, pois não existe sensação melhor do que coisa bem resolvida e tirada à limpo.

Diga Adeus.



Tem momentos que é imprescindível dizer adeus... Ao longo dos anos que atendo pessoas, o que tenho presenciado é o passar dos anos, das décadas e a dor e a sombra do outro ainda continuar assombrando quem ficou... Diga adeus, faça a escolha de seguir em frente e enfrentar o passado. O que nos prende ao outro não é as mágoas e os momentos difíceis que passamos ao lado desta pessoa, isto é só um recurso que a mente racional usa para nos enganar, porque quem realmente mantem a porta aberta é o inconsciente. Ele guarda as coisas boas, as promessas de amor e eternidade, os abraços, o tom doce das risadas e companheirismo do começo e usa isto para nos mostrar que foi bom e que devemos ficar presos a isto. Enfrente o que está oculto, o difícil não é se despedir do que é ruim, dolorido é admitir que temos de soltar o que foi perfeito... E aceitar que vamos ter tudo isto e muito mais com outra pessoa e em outro ciclo.
Dói ver que ainda estamos vinculados ao passado, mas permitir que o inconsciente lide com nossas dores, medos, só faz com que ele alimente monstros... Traga para o consciente e você vai se libertar. O inconsciente é um guardião, ele não faz distinção entre bom e ruim, ele apenas acata comandos. E o comando que você der, ele ira envidar esforços para defender... Cuide as promessas que você fez, faz e fará, seja para você ou para os outros. Promessas e crenças se transformam em contratos e estes serão defendidos pelo inconsciente com unhas e dentes.
Viva o aqui e agora, principalmente nas relações, deixe para o amanhã o que compete a ele.
Faça o ritual da despedida, te coloque de frente para a pessoa, mentalmente e resgate a sua palavra empenhada, se isto não mais te faz bem. Despeça - se e diga tudo que ficou guardado na garganta, mesmo que ela ou você tenham ido embora da vida um do outro há anos... Livre - se do que você jurou, prometeu e principalmente, absolva esta criatura de tudo que ela te prometeu...
Te desejo alguém que te ajude a resgatar as rédeas e o comando da sua própria vida, já que só, você não tem conseguido resgatar - se do tempo que vem perdendo.
Boa noite e que os Anjos te ajudem a perceber as armadilhas.


Contratos Sagrados

Nunca é falta... Olhe melhor...

O seu problema não é falta de amor e companhias especiais de homens maravilhosos, que cá entre nós, existem aos milhares, (graças a Deus). O "problema" é sua crença interna de não merecimento. Você racionalmente, consegue pensar que merece, mas sua mente inconsciente grita que Não, você não merece! Como assim? Simples, se você acreditasse que merece relacionar- se com um homem íntegro, amoroso, companheiro, amigo... Você já o teria e ele teria se aproximado.
Vou te contar uma breve história que ocorre dentro de consultório: - Eu quero meu amor Paula!!
OK. Lá vamos nós ver o que está acontecendo. Ou a pessoa vibra na descrença de que amor não é real e não pode ocorrer com ela, ou ela está agarrada a uma ex relação ou... Sabota a aproximação desta criatura, desfocando, alienando - se nas armadilhas da carência, onde me desculpem, mora o monstro da curva. O que é o monstro da curva? É aquele desvio danado que você insiste em dobrar, se desviando da estrada. O momento em que você aceita companhia sem qualidade, cheia de problemas, tratamento que você não precisa aceitar. Minha amiga, o monstro da curva é a sua decisão de alinhar - se com tudo, menos o que você deseja, sempre postergando o que realmente você sonha. Então, com certeza, desfocada, carente, triste você vai sintonizar na pequena porcentagem de relações amorosas com homens que passam longe do que você merece. Quantas pessoas eu atendo e o amor só está esperando a permissão dela. Não é questão de esperar o amor chegar, é questão de sair do quintal. Largar os trevos de quatro folhas, desvirar Santo Antônio e ir abrir a porta... Ele está na soleira, sorrindo e de olhos brilhando, esperando para te abraçar...
Te desejo foco, só isto... Bom dia flor do dia...

Ressignifique... Aprenda isto...

As pessoas estão condicionadas a ver problemas, procurar por eles e focar nestes... Eu vejo soluções quando eu olho para o que você alimenta e se desespera. As mentes estão tão habituadas a uma única condição de escolha, que quando vêem uma etapa um tanto confusa, logo já a designam como algo que vai lhes trazer dor de cabeça e gasto de um tempo precioso. Eu vou te dizer o que eu digo pra mim todos os dias em que decidi descomplicar minha vida, e isto faz mais de 10 anos: - Paula, se teu tempo é precioso mesmo, ignora a designação "problema" e olhe além, desfoca a visão e transforme isto. Então eu me habituei a ver soluções e aprendizado em tudo que vejo. E há mais de dez anos eu não sei o que são "problemas". Para mim não existe uma opção, eu sempre tenho quantas eu achar que preciso, pois quero ter o direito de escolher entre várias opções e saber que tive mais estradas além de um condicionamento que criei, por não saber me dar oportunidades de escolha.
O que você tiver de fazer para superar algo, faça!! E você não tem de se desculpar por isto, pois a tua estrada, o teu mapa, só você pode manusear. Por mais que você acredite que suas escolhas dependem de outros, isto não é verdade. Você sempre será responsável por ir ou ficar, por encolher - se ou arriscar... Por sorrir ou chorar... Por agarrar ou soltar. O Universo não seria perfeito se te condiciona - se a depender dos outros ou das situações externas, pois os mapas externos sentem e vivenciam diferente do que você vivencia... Então, cada um tem seu caminho e todos são livres para seguir sem esperar pelo outro. Se alguém tem de seguir com você, não controle, não tente conduzir, apenas deixa que aconteça... Mapas mentais diferentes sempre podem desejar alinhar - se e seguir a mesma estrada. Se de a oportunidade de olhar para suas estradas de outra forma, de uma maneira que você nunca se permitiu. Ensine, reprograme sua mente para que ela veja oportunidades em tudo... Solta, entrega, confia... Seja grato.

Permita - se...


Independente do que você acredita sobre o meu trabalho, eu gostaria de te contar uma experiência, muito rica, que tive no final de semana. Ela é, talvez, para você que busca amor, conexão e real identidade, algo que te faça pensar . Vou te falar sobre a busca por um amor, a proteção Divina, a sua identidade e o livre arbítrio... Ambas nunca estarão separadas. Vou te falar de estrutura inconsciente, pois ele é o seu carro chefe, o cara que dá as ordens e executa o seu livre direito de pensar, assimilar e agir, seu livre arbítrio. Descobri que meu inconsciente tinha moldado uma decisão muito dolorosa, e que eu andava pela vida no piloto automático dos acontecimentos e isto incluía a solidão. Sim, o ser uma criança sozinha, uma adolescente sozinha, uma adulta sozinha, o ser mãe sozinha, o ser uma profissional sozinha, o ser mulher e continuar sozinha... Nunca chegando naquele ponto crucial de uma companhia que ficasse com qualidade. Inconsciente, estruturei uma barreira de proteção para não sentir dor... E protegi isto no inconsciente para não haver perigo de desistir. Então, ao longo da estrada eu segui mostrando para eu mesma que eu podia tudo que eu queria... Sozinha... Só que lá no fundo eu havia cansado de provar coisas pra mim, eu desejava companhia e... Amor. Minha identidade me respeitava eu comprovara coisas, eu ficava comigo e me entendia. Eu me protegia e me permitia novas rotas. Me proporcionava tudo que me fazia bem e evolução... Mas, eu precisava destravar esta barreira de crenças de solidão para viver o que eu desejava e isto dependia do meu comando e não da chegada de alguém externo. Dependia da minha decisão de me perguntar: ( e quero perguntar isto para você): - Você está pronta para a chegada do amor? Está pronta para Aceitar que você é uma essência delicada e que deseja desarmar- se para receber afeto, afago, colo e cuidados? Você realmente está pronta para desligar o piloto automático da sua mente e crenças internas sobre homens que podem te machucar e ligar o auto- merecimento? Você realmente quer ser protegida e sentir - se mulher em braços alheios? Está pronta para desligar o excesso de energia masculina que te move e deixar de ser o macho dominante, aquele que resolve tudo, que luta, que destrói para se defender e assumir sua energia feminina e divina?
Passamos toda uma vida querendo um homem companheiro, mas não vemos que pelas lutas e crenças diárias nos transformamos em um macho dominante e que inconscientes avisamos aos homens: - Não se aproxime, eu posso resolver tudo! Ou, se aproxime, mas te deixarei ir até certo ponto, se contente com isto!
Fomos feitos com energias diferentes, cada um tem seu papel, não podemos exacerbar e dominar o espaço que está destinado à chegada do que queremos. Espaços preenchidos não precisam ser preenchidos, você entende?
Ontem a noite atendi um homem a distancia, com a mente. E aqui eu vou te falar de proteção Divina. Ele não tem conexão com este mundo espiritual, o que não julgo. Mas, não custa pedir que as coisas aconteçam, não custa dar o comando para receber ajuda. Vou ser específica, independente do que você acredita, peça amparo, molde objetivamente na sua mente que você deseja que as coisas aconteçam, que algo te proteja e te mostre o caminho da sua programação. Quando mandamos o comando de que queremos auxílio, nosso mundo muda. Todo um plano inconsciente se desenrola para te ajudar. Pois o que conta é a sua permissão para ser ajudado.
É muito triste e preocupante acessar o mundo de uma pessoa que não crê em algo maior, que não pede proteção. O mundo que os olhos físicos não vêem faz horrores com quem anda desprotegido... E sobra para eu e WAL lidar com isto. Fico feliz? Sim, amo meu trabalho. Mas não é ele que vai te proteger, será meu alerta sobre teu comportamento e o que você vai fazer com o que eu te oriento. Tua mudança depende do tipo de permissão que você vai se permitir.
Desejo que você sempre se abra sem preconceito para o novo, se não te servir, joga fora.
Te desejo reflexão e flexibilidade com o teu processo de mudança.
Bom dia!

Futuros filhos espirituais...


Hoje eu atendi uma futura mamãe, a qual entrou no consultório com um menino de quatro anos, ainda em espírito. A criança era linda, os cabelos lembravam muito de como ele seria parecido com a mãe quando nascesse... Assim que coloquei as mãos nela, ele saltou na maca e se acomodou em cima dela, em um amor tão grande que o Anjo do menino sorrio e o pegou no colo para que eu conseguisse acalmar a energia da futura mãe e liga - los. A criança jogava os bracinhos para a mãe deitada e de olhos fechados e resmungava afoito: - Mamãe, mamãe!!! Como ele não se acalmava, sai da minha estrutura racional e o peguei no colo enquanto me dividia entre ambos. Removemos do peito dele dois cordões energéticos nocivos, que o ligavam as avós, as quais iriam e já estavam disputando o menino com a futura mãe. Quando removemos na cirurgia estes laços, automaticamente a criança relaxou a hiperatividade... Porque "pelamor" do meu Anjo da Guarda Wal, o guri me deu um cansaço até se acalmar. Só não tocou mais o terror, porque dormiu, ahahahah!!!!
Quando ele relaxou, eu o soltei sobre a futura mãe e ele se aninhou no peito dela, com o rostinho enfiado no pescoço dela, adormecendo. O Anjo da Guarda dele me disse que é assim que ele dorme todas as noites, agarrado na mãe.
O que eu quero te dizer futuro pai, futura mãe, é que os futuros filhos ficam dentro do lar antes de nascer, acompanhando os pais, mapeando o território, interligando - se com os familiares... Em contato com a rotina, com os moradores... O que eu desejo te explicar, é que você cuide o tipo de relação que você tem com o parceiro( a), como age, como trata - se quando decide ter um bebê. Eles estão ali até mesmo alguns anos antes de nascer e nenhum filho vem ao acaso, por descuido ou de um azar! Todos são planejados, corpinhos futuros são desenhados por engenheiros astrais, desde a unha aos fios do cabelinho.
Não me venha com a história de que não planejou, pois de alguma forma, estas alminhas precisam do seu consentimento para renascer, mesmo que você esqueça disto quando acorda.
Desejo que seus futuros filhos, quando adentrarem as portas do teu lar físico, ainda espíritos, encontrem tua alma receptiva e sem desculpas esfarrapadas. Que encontrem um lar amoroso e pais prontos para educa- los e orienta - los nesta jornada terrena.
Te desejo filhos abençoados e a humildade de ser grato quando um futuro filho se mostra e já te avisa sobre probleminhas em casa que precisam ser calibrados para a chegada dele ser mais suave e em paz.
Gratidão à minha linda paciente que me permitiu dividir isto com vocês.
Gratidão Wal, por confiar em mim e na minha imperfeição como ser humano que precisa passar esta informação e não apavorar as pessoas.

Não importa...


Não importa o que os outros lhe fizeram. Não importa os empecilhos que te impingiram, as dores que te proporcionaram. Não importa o rótulo que estas pessoas usam, se rótulo de pai, mãe, irmão, marido, ex, sogra, vizinho, colega, chefe, governo... Não importa o que falem ou pensem de você, isto é problema deles, você não tem que envolver- se no problema dos outros. O que realmente importa e o que vai contar por toda tua trajetória, é o que você fez com o que sentiu no contato que teve com todas estas pessoas e experiências.
Te desejo serenidade para não ficar dentro da armadilha da mágoa, raiva e vitimização. Te desejo olhos à frente, para ressignificar aí dentro, sem a pretensão de querer mudar estas pessoas.
Te desejo foco em você mesmo, pois é dentro de você que o mundo inteiro que te espera gira. Gire o mundo interno e a forma como você vê o que acontece e o milagre vai acontecer.
Faça as pazes com suas emoções em relação aos outros, a vida atual é curta demais para você perder tempo colocando a culpa nas pessoas e situações. Acalme a mente, acalme seus monstros internos e pare de ver culpados. Veja aliados que te mostram o que você veio curar e assuma sua luz.
As pessoas não tem medo da escuridão, elas tem medo é de encarar a imensidão de sua própria luz interna.

Eu carrego no meu braço, uma guia de Mãe Oxum, ela deveria estar em meu pescoço, mas eu gosto dela onde está. Ganhei de uma amiga de alma que é como uma mãe ao meu coração. Ela tem uma Terreira de Umbanda e eu nunca vi alguém tão ético e amoroso como ela. Uma pessoa olhou minha guia e me disse o seguinte: - Não gosto das imagens da umbanda, me fazem sentir mal...
Com o maior carinho eu olhei esta pessoa nos olhos e lhe disse: - Eu não me batizei na umbanda, não conheço profundamente, mas sabe aquele seu problema que nem eu nem Wal conseguimos resolver?
Ela balançou a cabeça e concordou.
- Quem adentrou o consultório, te colocou no colo e te protegeu daquele ataque que nós dois não conseguimos te livrar, foi o povo abençoado que os humanos chamam de Umbanda, orixás...
Não são as imagens e estátuas o problema, mas os humanos que fazem mal uso disto.

Seja seu...


Hoje eu abri os olhos de manhã na minha cama e acionei minhas músicas favoritas, Fechei meus olhos, me espreguicei e gritei: - Uhuuuuuuuu, bom dia dia!!!! Pulei da cama, escancarei o black - out e suspirei feliz... Porque quando a gente sabe o que quer e por nada deste mundo se permite desviar, a gente sente paz!
Quando caímos nas armadilhas e
sentimos mal estar e mesmo assim decidimos retroceder e pegar a rota original, nada nem ninguém nos prende, não tem desculpa que engane, não tem tempo ruim que nos prenda dentro de nós mesmos, não tem contrato ou promessa interna que não possa ser quebrada para nosso próprio bem... Não tem armadilha forte o suficiente para nos enganar, não tem relação que nos prenda... Não existe forma de agir e pensar que não possa ser modificada. Sempre aprenderei a ser flexível, mas nenhuma flexibilidade será capaz de me fazer seguir a vontade, as manias o egocentrismo alheio. Quem seguir comigo ou quem eu seguir nesta vida, vai estar escrito na minha história. Me recuso a adaptar - me a situações, crenças, limitações ou pessoas que prendam a minha alma e me ensinem a desistir de mim mesma, dos meus sonhos, desejos, do que me coloca um largo sorriso no rosto e me faça sentir como hoje de manhã.
Eu quero é a paz da minha alma... O resto e os outros serão consequência da minha paz e não dos meus medos e carências.
Te desejo foco, humildade de se autocorrigir e voltar para a sua rota sagrada. Te desejo a compreensão das armadilhas que te desfocam e principalmente, desejo que sejamos muito mais do que o rascunho de medos, inseguranças e apegos.
Que sejamos atores principais de nossa história e que não deleguemos este prazer a ninguém.
Porque nós somos livres para ir ou ficar, rir ou chorar, soltar ou segurar, lutar ou desistir, escolher ou nos enganar...
Bom dia!!!

Descontratos Espirituais



Descontratando com o Submundo.

Hoje eu vou falar sobre sincronia do Universo, Proteção Espiritual e Descontratos.
Tudo que vou contar aqui, foi devidamente autorizado pela minha paciente e em nenhum momento darei deixas para que ela seja identificada.

Fazia algum tempo que a paciente se organizava para vir na sessão de Descontrato, um trabalho com foco espiritual, sobre acordos que são feitos com o mundo inferior, quando a alma sai do corpo e transita livremente pela crosta da terra. Mas sempre havia algo que a desviava... Então, em dado momento, ela colocou foco e decidiu vir, mas antes relatou – me que havia uma “nuvem estranha” pairando no ar e que ela não sabia identificar. Relatou sonhos onde era perseguida, onde um homem batia em seu carro e ria irônico.
A paciente havia rompido uma relação amorosa há 8 anos, HOJE EM DIA estava casada, feliz, mas sentia que algo estava estranho, pois o homem da antiga relação sempre vinha em sua mente, em seus sonhos. Ela me disse que sentia o desejo muito grande de reencontrar ele para dizer que havia acabado, que ele a deixasse em paz, que parasse de abordar pessoas que ela se relacionava para perguntar sobre ela. Desejava encontrar ele para dizer com todas as letras que havia acabado e que ele seguisse sua vida, pois a separação se dera sem esta conversa, há oito anos atrás.
Minha paciente, bastante cética, havia guardado estas impressões com ela durante anos, até se permitir chegar ali, ao meu trabalho e a abertura sobre plano espiritual, contratos e almas que transitavam fora do corpo e faziam acordos, na maioria, nem tão elevados.
Expliquei como iria funcionar e ela prestou muita atenção, na verdade, ela já sentia o que precisava descortinar – se.
Durante a meditação de descida ao Submundo (onde transitam livremente seres desencarnados e encarnados no momento do sono físico), fiquei com ela, trabalhando em seu corpo, removendo chips, correntes, algemas que a prendiam. Trabalhei serenando sua mente para que se abrisse àquele mundo que não fazia parte da razão, consciente dela.
Lá pela metade da meditação, ela entregue ao processo de condução da minha voz na gravação, eu toquei o ventre dela e achei ali um bebê espiritual, muito debilitado, mas já instalado para ser concebido em uma relação sexual. Estranhei, mas segui... Uma cena muito forte e tensa, veia à minha mente: Ela sendo subjugada por este homem do passado, sendo agredida, desacordada e sendo estuprada, acabando por engravidar desta relação. Como sempre questionei Wal, pois ela era uma adulta e saberia se defender, mas Wal foi firme: Ninguém conseguia se defender desacordado e ela poderia descontratar aquele acontecimento, já que se esforçara tanto para estar ali e se libertar daquele homem que a perseguia mentalmente.
Wal deixou que a sensação dela me invadisse e eu senti falta de ar, desconforto no peito e o horror da situação que ela vivenciaria nas mãos dele.
Pausei a meditação induzida, peguei minha cadeira e sentei ao lado dela, sussurrei aos seus ouvidos que havia um acordo entre ela e este homem, que ele a manipulava enquanto dormia, através dos sonhos, a perseguia para deixar ela culpada, de que ao partir ela não o deixara bem, através desta manipulação, ele a atraia para um encontro, o encontro que ela se sentia impelida, o de explicar a ele que acabara. Então, manipulando ela durante o momento do sono, mostrando – se vítima e desequilibrado, ela o buscaria e cairia em uma armadilha. Ele usava drogas pesadas e estava em uma fase muito grave. Com o auxilio da droga, ele teria coragem de machuca – la e violar seu espaço, acabando por gerar um filho deste ato.
Pedi que ela resolvesse aquilo, que desse um limite e que permitisse que a criança no seu ventre fosse liberada.
Ela se entregou e continuei cuidando do corpo dela...
Quando minha paciente voltou, sentamos para conversar e então ela me disse que não sentia mais aquela vontade absurda de procura – lo.
Enquanto eu trabalhava com ela, presenciei a espiritualidade inferior, como sentinelas, vigiando ela enquanto estava acordada, tentando levar ela para aquela emboscada. Tentando fazer com que a mente dela acreditasse que era vontade dela procurar por ele para resolver o passado.
Ela me olhou e me disse que nos dias anteriores, algumas pessoas haviam mencionado este homem, tinham contado a ela onde ele morava, como estava... E então ela veio o caminho todo tentando organizar o trajeto de forma que o encontrasse para terem aquela conversa final, que a deixaria em paz e o libertaria. Tentou pegar a faixa que a levaria até onde ele poderia estar, organizou o tempo para dar certo, pensou no que poderia falar, oferecer uma carona e dar fim aqulio... Estava em um turbilhão para encontra – lo, enorme, arquitetando oportunidade... Mas também me contou que havia pedido ao Seu Mentor Espiritual Ricardo, que a desviasse do que não precisava, ela havia pedido proteção. Então, uma carreta acabou na frente dela, lenta, perigosa e a impediu de pegar a faixa que a levaria até este homem do passado. Com medo de se atrasar para a consulta comigo e Wal, ela decidiu estar ali, na sessão, antes de encontrar ele.
E foi ali, que descobrimos o que a esperava e o que seu livre arbítrio de buscar ajuda fizera por ela. A proteção do alto a desviou.
Ainda séria ela me olhou e disse: - Paula, eu estou no exato momento do meu período fértil, até brinquei com meu marido que ele ficasse longe de mim...
Pois é...
Ali delineamos novas atitudes mentais que ela deveria ter em relação aos momentos que ela lembrasse “por acaso” deste homem, dos momentos que a lembrança dele viria em sua mente. Do cuidado que ela deveria ter ao sair do trabalho, de casa e dar o comando de que os sentinelas do submundo não interferissem em sua vida, traçando um limite, onde eles não poderiam perturba – la.
Falamos sobre as sensações do bebê ser removido e que ela sentiu em proporção dolorosa, pois não fui eu quem removeu a criança e sim amada Mãe Maria e Wal. Eu não sabia o que tinha sido feito e se a criança já havia sido removida... Ela estava muito conectada COM A CIRURGIA que sentiu tudo.
Entendeu o que uma mente pode fazer com outra e todo o trabalho arquitetado que o Umbral ou Submundo tem, para enganar, colocar uma venda sutil em frente aos olhos de suas vítimas para atrai – las para o perigo.
Notei ali, que muitos dos estupros são arquitetados desta forma, dos assassinatos, emboscadas... Eles se usam do poder da hipnose e cegam seus reféns, os deixam em um turbilhão e estes acabam tomando decisões que acreditam ter partido de suas próprias mentes desavisadas.
Ali naquela manhã, ela só escapou daquilo, porque teve humildade de confiar em seus sonhos estranhos e na sensação de ser perseguida, mesmo que isto fosse algo surreal, fora do mundo que está habituada. Ali, naquela manhã, brinquei com ela, mas ela nasceu de novo, nasceu como mulher livre, que não tem que se submeter a hipnose e seres sem corpos que arquitetam o que desejam. Nasceu porque se livrou de um acontecimento terrível, que traria dor a todos os envolvidos e renasceu, porque vai entender que as conversas podem ser a distancia, o limite pode ser dado pela mente e não só com palavras verbais. Ela pode se liberar dele apenas de longe, segura, protegida... Ela nasceu porque acreditou que Ricardo, seu Mentor Espiritual, existia e que a guiava...
Olhando pra mim ali, na penumbra do consultório, ela foi em algum recanto de sua alma e admitiu que ele seria capaz de fazer aquilo e eu me senti feliz, pois não estávamos ali para julgar aquele homem, mas para mante – la em segurança e para estar segura, ela tinha de conversar mentalmente dando um basta em toda aquela manipulação mental dele e dos comparsas espirituais dele e convencendo – se que não precisava, que NÃO devia aquela conversa a ele, como estavam manipulando – a para crer.
Tudo começa dentro, as chegadas e partidas, as decisões ou estagnações, a felicidade ou a dor, a abertura ou o fechamento... Nenhum Mentor, Anjo, Guia, Deus, Maria, Sananda, Ogum, ou Wal, Ricardo, seja lá quem for, vai passar por cima do livre arbítrio do seu protegido. Eles aguardam a nossa abertura e o pedido de ajuda, de proteção, de nos desviar de nossa teimosia que pode nos ferir para sempre, e então a galera do bem age em peso, como no caso da minha linda paciente. Ela estava teimosa, agindo em um turbilhão, sendo manipulada, se sentindo culpada, mas ela pediu para seu Mentor ajudar, guiar e ele usou uma CARRETA para conseguir a atenção dela e desvia – la do destino traçado por mentes tenebrosas que usavam sua culpa, sua mágoa, sua dor do passado como uma porta de entrada.
Não espere que algo ruim aconteça para dar consentimento, para deixar a ajuda chegar. Ela se safou no exato dia de toda aquela tragédia particular... É isto que importa, não importa se é em cima da hora, importa é que você ouça os toques do universo, as flechas dos anjos que te cutucam, que você de atenção para seus “sonhos”, para tudo que de certa forma te chama a atenção.
Desejo que teu Anjo Adorado seja persistente, firme, calmo, amoroso, mas que te balance de um jeito que você perca o chão... Mas ganhe um céu de proteção e felicidade. Não precisamos passar por muitas coisas, mas nossa teimosia, nosso ceticismo e teimosia insistem na faixa contrária, aquela que parece mais racional, mais segura e rápida...
Te desejo proteção e olhos de ver... Ouvidos de ouvir realmente e uma mente aberta para tudo, o que não te servir, joga fora, mas pelo menos, ouça, busque, entenda, antes de descartar.

‪#‎ContratosSagrados‬

Com carinho, Paula e Wal.

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Mesmo que seja inconsciente!!!



Não ter dinheiro também é uma decisão... Mesmo que esta decisão esteja escondida em seu inconsciente. Permanecer inconsciente é um preço muito alto a se pagar.

Eu decidi há muitos anos enfrentar a dor e as delícias de saber quem eu sou, o que escondo nos recônditos de minha inconsciencia e assim, obter tudo aquilo que sou merecedora. Autossabotagem, nunca mais \o !!
E você vai entrar mais um ano escondendo a luz da sua consciência realizadora?


OBS: Não conseguir pagar suas contas também é uma decisão... Muitas vezes inconsciente e ... Sabotadora.

Nunca perca a magia do começo, quando estiver no final...


Uma relação amorosa...sempre deve ser uma "relação amorosa", onde passe um ano, dez anos, quarenta anos e ambos os envolvidos continuam dando - se afeto, amor, carinho, respeito, gestos de gentileza, delicadeza, paciência, erros que volte - se atrás e reconstrua- se, cristas que baixam, mesmo sobrepujadas por orgulho...Rotina que chega, mas que não maltrata, só faz bem. Relação é assim, é quando a alma escolhe outra alma, independente de beleza física, sexo, financeiro, interesses mesquinhos e constrói um ninho, onde podemos viajar, mas para onde nossa alma sempre vai querer voltar... Porque ali há olhos que nos desejam e nos contam o quanto somos queridos (a), mãos que acariciam, voz que acalenta, ouvidos que dão colo nos momentos de incertezas e solidão... Ninho que armadilhas podem tentar destruir, confundir, mas que sempre escolheremos parar aquele milésimo de segundo e sentir de coração que não passa de armadilha e o ninho e braços do parceiro (a) sempre serão mais importantes...
Se você não tem uma relação que te cuide, mime, respeite, faça rir até de coisas que você gostaria de espernear, é hora de rever que apego é este que te impede de ter um ninho e não só uma casa ou braços vazios.
Te desejo amor, um amor tão grande que não caiba dentro de você e que atraia mais amor, um amor que vem de outro ser e que ele ou ela, te trate com o mesmo respeito que você se trata.

E aí?


A menos que você esteja disposto a amar... O amor acontece.
As pessoas estão tão preocupadas em atrair alguém que as satisfaça que acabam atraindo o seu foco: alguém que não as satisfaça. A satisfação é algo interno, algo que somente o indivíduo pode suprir. Não coloque esta responsabilidade impossível nas costas de algum infeliz, pois ele não poderá te dar algo que só pode ser gerado por você mesmo.
Quando nos sentimos satisfeitos em todas as áreas de nossa vida (que é o grande carro chefe do que renascemos para concretizar), atraímos a pessoa que vai ficar conosco por um longo tempo, aquele tempo com o qual todos sonham, um amor que dure por toda uma vida. Pois não estaremos preocupados e na expectativa de ver a outra pessoa nos preencher e sim, vamos estar ocupados vivendo as delícias de descobrir que a simples presença desta alma nos satisfaz e isto, por si só, basta.
Trabalhe sobre você mesmo e pare de querer que o outro (a) faça a sua parte. Você vai evitar com esta atitude, muitos relacionamentos que te tiram o sono, "a paz", a "felicidade", o "tesão"... Pois o que é nosso e vem de dentro, ninguém pode nos roubar.
Te desejo alguém que chegue na sua vida para agregar, pois você já tem tudo do que precisa. Saia da armadilha de crer que a satisfação, tão almejada, está sob a responsabilidade de outros...

Ilusão.


Ninguém precisa de um rótulo para ser feliz, o que na verdade precisamos, com ânsia e pra ontem, é liberdade para ser aquilo que mais se adapta ao nosso mundinho interno.
Você estará feliz sendo aquilo que seu coração sabe que tem de ser. E se isto não se encaixa com os rótulos familiares, sociais, amorosos, espirituais, enfim... Saiba que liberdade de ser é o que você veio concretizar. Pule por cima das armadilhas e vá ser como você gosta de "ser e estar".

Pois quando você voltar para casa, morrer, ir para o mundo dos pés juntos, vão te perguntar: - E aí, teve coragem de viver a sua vida e a sua identidade ou conseguiram moldar um fantoche com a chama que você levou para reacender?
Te desejo a coragem de se permitir e enfrentar a si mesmo com doçura e respeito.

Ressentimentos...



Ressentimentos (ato de "re- sentir", ficar vivendo incansável a mesma coisa, a mesma mágoa, o mesmo erro, o mesmo rosto que te fere, as palavras proferidas, o tapa, a traição, a ausência, o abandono...), construirão um relacionamento onde você não vai querer estar... E aí, você já fez a conexão, já construiu, já decidiu como quer vivenciar a lembrança do outro. Tudo é uma decisão, ressentir também é uma decisão.
E aí, vai ficar ressentindo ou vai decidir sentir diferente!?
Libertar - se e ser feliz é deixar o outro renascer na tua história. Quem tem que mudar é você e não os outros... Por mais que esteja distante de ti fisicamente, você está com ele, pois você está, onde sua mente, suas lembranças estão.
Pare agora e veja onde você anda e que tipo de sensação está tendo...É por aí que a estrada do perdão começa a nascer e fazer a sua história.
Ótimo final de semana.

Os humanos é que complicam tudo.





O grande problema dos "batismos de religião", iniciações, são os encarnados que iniciam, batizam, sopram, impõem mãos, enfim, que participam dos rituais.
Hoje eu quero contar uma rápida história e gostaria que você soubesse. Atendi uma paciente hoje que me disse mais ou menos assim: - Paula, eu não quero mais ficar vinculada a religião, presenciei coisas que não concordo e que não entendo por que fazem... Mas para isto, para me libertar é preciso muito dinheiro para desfazer.
...Lá fomos nós três para a maca, eu, ela e Wal, meu amor.
Aquela sala de atendimentos foi clareando e uma leva linda de seres espirituais da religião adentraram o recinto e rodearam - na, impuseram suas mãos sobre a cabeça dela e começaram a desatar nós, mãos alheias e laços escuros, deixando ali somente as mãos da espiritualidade superior, que é o que eles são, seres que não exigem, não impõem, não aprisionam, deixam livre seus filhos para que estes, onde estiverem, sintam - se no direito de te - los por perto, mesmo que não desejem mais estar inseridos dentro de um terreiro, uma igreja, uma sinagoga...
Ali eles deixavam claro que o que vale é a crença íntima do filho, do iniciado, do batizado e não a imposição e cobranças dos vivos que comandam estes rituais. Mesmo que a pessoa estivesse longe do local e dos que a batizaram, ainda era manipulada pela mente dos vivos que de longe, exigiam dela, um comportamento que a fase evolutiva dela não desejava mais, ela queria ser livre, respirar e fazer o que sua consciência sabia que era bom para ela.
Wal me deixou soprar a cabeça dela e eu me senti honrada, mas ainda dei uma olhada para ele e perguntei se não ia me incomodar e ter fila de guardiões do submundo me atacando. Wal olhou pra mim e disse, o mesmo que eu falei para a paciente: - Fecha a porta do receio, do medo, que ninguém vai ter o direito de te pegar. E sorrio, piscando um olho pra mim. Baixei minha cabeça e trabalhei, não sem perceber que eu também era uma das vivas que batiza, inicia, sopra e que deixava com meus "filhos", aprendizes, um pedaço de mim. Wal me disse para deixar com eles o meu enorme desejo de liberdade quando os iniciasse e nunca mais a corrente do apego que se acha dona dos que cruzam nossos caminhos.
Para você que é de religião, que se batiza, enfim, entregue para seu coração a escolha do "vivo" que vai te batizar, iniciai, soprar, impor as mãos, pois você é um ser de luz, sagrado e quem é luz, jamais pode se permitir ser aprisionado por outros. Que seja luz quem te ajuda a encontrar um rumo espiritual, um caminho de luz divina e se você está atrelado a crença que precisa pagar muito ou que é indissolúvel se libertar de batismos ou iniciações, deixe esta crença deturpada ir embora. Somos livres de tudo e de todos.
Que a tua religião e teus professores, mestre, iniciador, padre, pai de santo, seja exemplo de liberdade para com todos, desde os humanos até os animais e se em algum momento tua convicção balançar por que você está entrincheirado entre ver o certo e presenciar os atos errados deste, não hesite em questionar ou até mesmo de desvincular, pois quando você chegar lá na terra dos pés juntos não vão te perguntar o que teu pai, teu padre, teu bispo, teu iniciador fez, mas sim, o que VOCÊ FEZ QUANDO SE SENTIU NO CAMINHO ERRADO OU SEM LIBERDADE.

Com carinho e todos estes anos como iniciadora, mestra, instrutora, aprendiz.

Sempre tente antes e não deixe para depois...



A melhor ocasião para evitar o divórcio (ou uma separação amorosa) é antes do casamento (ou relacionamento). Aprenda a rezar, meditar e respeitar seus sonhos e desejos e certamente você vai atrair o conjugê ideal. Você atrai a companhia certa meditando sobre as qualidades da pessoa que você deseja em sua vida, então, depois da tarefa cumprida, seu subconsciente encarrega - se de uni - los em Divina Ordem.
Não se meta no trabalho do universo: - Quando, como, quem, onde, não te diz respeito. Sua função é meditar, ficar com você mesmo e decidir que tipo de relação e pessoa você deseja em sua vida. Se não fizer sua parte, você vai continuar aceitando qualquer coisa que aparecer, pois quem não sabe o que quer, não precisa atrair algo ou alguém.
OBS: Seja aquela pessoa que você gostaria de atrair, TAMBÉM!
 Emoticon wink
Emoticon heart

...E chega uma hora...



Não se apresente para mim com o que você tem ou o status do seu nome, se eu desejasse o que você tem ou ostenta, EU já teria me dado a muito tempo...E se eu quisesse você, com certeza, eu já O teria
Não tente manipular uma aquariana...É a pior tentativa que você poderia supor e a última com certeza.
O que me interessa é se você sabe voar, pois eu aprendi a voar e ir ao encontro do que eu quero, a única coisa que me interessa é se você está disposto a voar comigo, sem rumo, só com a intensão de ser livre de armadilhas e atrasos sociais.
Me acene com parceria, amor e respeito que eu assento meu voo e te ensino a voar... Pois eu tenho tudo isto para dar...Há muito abandonei os rótulos, eles pesam demais na alma.

Todos estamos suscetíveis...


E hoje, eu acordei muito triste, com aquela dor na garganta e aquele aperto no peito. Aquela sensação de que este mundo não é meu lugar, que o que tenho enfrentado é forte demais para minhas forças. Acordei com vontade de chorar e ganhar colo que não me deixe no silêncio desta tristeza. Hoje acordei cansada da trajetória, ansiosa por um futuro que minha alma almeja. Hoje acordei com medo, medo de tudo, medo de sair na rua, de enfrentar a minha vida adulta. Hoje eu acordei e sentei na cama, escorei a cabeça na mão e suspirei pelas coisas que estão erradas e que eu ainda não tenho maturidade para enfrentar e resolver na hora. Segurei o choro pelas minhas impossibilidades deste momento e pensei no Wal. A pior coisa é ter que ver aquilo que sempre esteve ali, mas a teimosia e o medo da solidão não me deixavam aceitar...
Hoje eu acordei e me permiti sentir tudo isto, mas a maturidade que eu já adquiri sabe que quando bater a noite, depois da minha vida adulta e dos compromissos de sustento, filho, consultório, pacientes, filhos peludos, mercado... Eu vou ter que deitar na solidão do meu quarto sagrado e deixar a minha amada vítima ir embora e enfrentar esta dor, porque quanto mais eu a ignorar e não deixar ela me falar dos seus medos e anseios, mais eu irei atrair daquilo que me deixa triste.
Se você sente isto todos os dias ou em alguns momentos... Se permita.É na auto - permissão que sabemos com que "inimigo interno" estamos lidando e quanto de força precisamos angariar para transforma- lo em força motora de sucesso. Esta tristeza que está aí só quer nos mostrar que há algo errado e que se pararmos um pouquinho hoje, e não daqui um mês, um ano,20 anos, vamos ter a oportunidade de seguir em frente sem carregar este peso...Que toda alma um dia...ou mais, enfrenta.
Te desejo toda coragem, sei lá de onde, mas te desejo e desejo ela pra mim, porque eu mereço me sentir fraca, carente e temerosa, mas mereço ainda mais entender e seguir em frente com a experiência de sentar e me resolver.

Saia da Vitima inconsciente.



Não sente e só chore, não fique remoendo a raiva ou a indignação, sinta e depois se levante, vá e resolva. Ficar eternamente no papel de vítima é um problema seu e não dos outros ou de quem está tendo a SUA permissão para te machucar.

Veja e sinta por si mesmo...



Aconteça o que acontecer, nunca permita que bocas e olhos alheios moldem a imagem de alguém que vive ou viverá com você. Tudo que você foca, crê e dá força, é o que vai acontecer, mesmo que depois você descubra que foi manipulado.
Forme sua própria opinião e te digo uma coisa que eu ensino para meu filho: - Não importa a merda (me desculpem o palavreado) que vai dar, fala sempre a verdade, se os outros não a aceitarem, problema deles.
Não tenha medo de enfrentar a situação e ir direto nos envolvidos, mesmo que isto gere um certo desconforto. Respire fundo, peça pelo seu Wal, todos tem um, e siga o rumo do que vai acalmar seu coração.
Nunca, nunca mesmo veja algo ou alguém com os olhos e opiniões dos que tentam te manipular, se você foi manipulado e agora está vendo a verdade, problema seu, vá lá e olhe nos olhos e resolva esta bagunça.
Ninguém tem o direito de fazer escolhas por você. Se está na dúvida, pergunte. Se está magoado, resolva e não envolva quem não tem nada a ver. Se está com medo de enfrentar a situação que foi distorcida, não envolva meio mundo, vá com medo, mas com o desejo da verdade nua e crua e acerte os ponteiros com os envolvidos. Depois disto, o medo vai embora e fica a resolução. Tem gente manipuladora e "bocabertas manipulados" que passam anos alimentando a manipulação, a fofoca, a mentira. Não seja conivente, a sua paz interna depende das suas atitudes coerentes. O medo é uma ilusão que está ali só para te enganar e não te deixar resolver e vivenciar as delícias da verdade. E aí, o que você vai fazer daqui para a frente?
Eu estou indo resolver...

Nunca na mesma moeda...


Não se trata as pessoas da mesma forma que tratam a gente,gente louca se trata com carinho e limite... Não me venha pregar que um dia você não foi louco... Se tem algo que eu aprendi,foi tratar as pessoas como eu gostaria que me tratassem. Enquanto você continuar devolvendo na mesma moeda,tenha certeza, os loucos vão continuar te atropelando e você... Perdendo oportunidade de vencer armadilhas e evoluir.

Dificuldades preparam pessoas para destinos extraordinários...





Não fique mais um dia nesta situação humilhante, supere o problema focando a solução. Pare de dar sua energia para o desespero, gaste - a traçando a decisão que vai te levar à superação.
Supere seu próprio negativismo, é ele que te mantém onde você está...Supere sua mente vitimizadora, a qual olha para você com olhos de pena. Supere sua falta de confiança em si mesmo.
A dificuldade só está aí porque você pediu por ela em suas preces, ou ladainhas com o seu Deus... E ele com certeza, te enviou a resposta que você tanto pede. Somente a dificuldade está tendo a força de mexer este seu traseiro preguiçoso.
Levanta e sacode o velho costume de gostar de sofrer... Se você não se sentisse uma vítima "amarrada", mesmo que inconsciente, esta bagunça toda não estava te perseguindo.

Emoticon wink

CASAMENTO DE PAIS.


CASAMENTO DE PAIS não é patrimônio tombado pela sociedade, família ou os Filhos. Pais são seres individuais, ou seja, antes de ser pai ou mãe, é um ser individual, uma alma com sentimentos, anseios, medos e desejos. Se você se acha no direito de decidir quanto tempo deve durar a relação destes seres, sinto te informar que um dia você estará envergando o papel, veja bem, papel, papel não é identidade, de pai de alguém ou mãe de alguém e eu desejo que seus filhos não se deem o direito de escolher por você. Que não se deem o direito de escolher quando a relação, que é um ciclo findável, de vocês como "casados", poderá acabar ou ficar "unidos" para "sempre". Desejo que você acorde para a vida e deixe seu egocentrismo de lado, só quem sabe a hora é quem está vivendo a relação marido e mulher, casal...Seu papel é entender, por mais que não aceite e dar colo para ambas as partes.
Viva sua vida e deixe a vida dos outros para ser vivida por estas.
Ninguém melhor do que um casal para saber as dores e delícias das quatro paredes de uma relação... Quando as delícias vão embora...É hora de iniciar novo ciclo.

Tudo parece difícil?



Hoje acordei com aquela sensação que a mais de um ano não me invadia,vontade de limpar minha mesa de trabalho e recomeçar a escrever meu livro... Acredito que algo muito, muito bom me tocou esta madrugada,eu estive em Capela e consegui sentir a verdadeira gratidão... Aquela que alegra o coração e consegue dizer: Obrigada universo, obrigada pelos momentos e pessoas difíceis, entendo e vivencio com um sorriso de gratidão que elas estavam ali para acordar - me e mostrar que a forca da mudança esta em mim. 'Quando o discípulo esta pronto, o mestre aparece'... Sabe aquela pessoa ou situação difícil,' que te machuca ou irrita'? Olhe de novo para elas... São o seu mestre,seu professor, os únicos que neste ciclo vão conseguir te acordar e te mover para a mudança necessária. Aprenda com eles e seja grato, quem hoje te perturba, amanha não estará mais te incomodando, se você souber fazer do reves... O aprendizado que te ensine a voar. Nem sempre o mestre vai vir cheio de amor e luz para te ensinar a alcançar o que você deseja... Na maioria das vezes ele vem em foma de algo ou alguem que e obrigado a mexer nas suas feridas escondidas...


Bommmm diaaaaa!!!

Falando com o Anjo da Guarda...



4h e 30 min. da madrugada, olhos arregalados olhando para o escuro, deitada no colinho do Wal e batendo um papo cabeça. Falavamos sobre amor e ele me disse assim:
- É preciso aceitar a companhia da solidão para encontrar um amor de verdade. A solidão é a melhor companhia que alguém pode ter, pois ela é uma ótima professora para o amor, ela ensina a paciência, ela ensina a complacência, ela ensina o respeito, ela ensina a fazer escolhas, depois de todos os outros aprendizados. E é a escolha sem pressa que vai atrair para a vida o amor. Para o amor chegar é preciso saber ser complacente com o ser amado, é preciso ser respeitoso, é preciso acolhe - lo com paciência, pois a convivência entre ambos, todos os dias, é uma escolha, e esta escolha precisa ser uma escolha para ser feliz e não por medo de solidão outra vez. E quem não gosta de ficar na própria companhia e dar - se tudo isto, não saberá conviver com alguém... Agora vai dormir Paula Aguerre Aguerre, amanhã tu trabalha.


To falando que ele é o cara!!

Não alimente o que não te faz bem...



Minha mãe sempre dizia que eu era uma praga de teimosa e hoje eu entendo o que ela queria dizer...Do jeito dela.
Hoje pela manhã, meditando antes de ir para o trabalho, sobre uma ponta de tristeza estranha que surgiu na minha mente, nunca deixo a tristeza ficar comigo por mais que alguns instantes, só o tempo de eu saber porque ela está ali tentando me avisar sobre algo e já me despeço dela.
Passamos uma vida inteira perguntando o porquê das coisas acontecerem em nossas vidas: Por quê atraio fulano, por quê atraio este tipo de chefe, por quê moro nestes tipos de lugares, por quê as pessoas fazem isto comigo, por quê me falta dinheiro, por quê as coisas não saem como desejo, por quê minha saúde oscila, por quê esta tristeza que não me deixa, por quê esta depressão, por quê não encontro um amor que fique com qualidade..Por quêeeeee, por quêeeee...
Estas coisas só te acompanham porque estão te dizendo que você precisa desativar o piloto automático da sua mente inconsciente. Que precisa entender que você tem tudo isto em sua vida por que sua mente inconsciente ACREDITA QUE VOCÊ MERECE ISTO. Se ela não acreditasse, com certeza, nada disto estaria se desenrolando nos porões escuros da sua inconsciência e afetando sua vida aqui fora. Tudo que ocorre fora de você é reflexo do que você crê e nutre dentro de você.
A fórmula mágica é meditar e meditar nada mais é do que usar aquela solidão da qual você foge como o diabo da cruz...É ficar com você, se ouvir, deixar vir a tona a sabotagem. Se você não consegue sozinho, há pessoas capacitadas que podem te guiar. Pare de atrair coisas que você querrrrrrrr e brigaaaaaa que não querrrrrrr. Se está atraindo é porque bate pé aí dentro e mostra que apesar de machucar você querrrrrr.


Desejo um lindo dia, pois hoje tenho uma paciente de 4 anos que deseja atendimento. Quatro aninhos... E você aí... Mesmo uma criança pequena dá o comando mental inconsciente para a mãe que está na hora de receber ajuda...E a mãe se movimenta. Orgulhosa da baixinha.
E você?

O negócio é não dar sorte para o azar...





Tudo, veja bem, tudo é bom, você é que teima em ver do jeito errado.
Se por uma semana você realmente se reeducasse e olhasse tudo e todos e sentisse realmente o lado positivo de tudo, acostumando - se a parar de se queixar mentalmente, você já teria a maior parte do que você deseja de verdade.
Tudo deve ser motivo para mudar o velho habito do pessimismo. Seja como a criança, para a qual o simples gesto de erguer um dedo tem o poder de tocar as estrelas.

Pare de pedir que acendam a luz para você.


Pare de pedir que acendam a luz para você. Seu caminho está dentro de você e nenhuma escuridão será capaz de te impedir de encontrar a porta, escancarar a porta e viver o que já está iluminado pela luz da sua alma.
Passamos uma (milhares), vida toda inconscientes, esperando que algo aconteça, que um belo dia chegue, que o socorro venha, que uma força desconhecida mude nosso rumo, que algo se materialize, ou alguém e venha nos dar e fazer sentir o que desejamos tão sofridamente. Passamos a maior parte de nossas vidas e da vida atual na armadilha de crer que algo externo precisa acontecer, que alguém externo precisa surgir para nos prover aquela mudança desesperada que grita ensandecida em nossa mente. Ela vai continuar gritando quando tudo isto chegar, quando o alguém externo chegar, quando a força estranha chegar, pois na verdade nossa alma sabe que não precisa de coisas externas, ela grita porque na ilusão, inserido na armadilha, você prende ela, prende - se a coisas e pessoas externas que nunca chegam e deixa de viver e fazer acontecer DO SEU JEITO.
Viva intensamente, de uma forma que você consiga perceber que realmente está sorrindo e não fingindo para ocultar a dor do choro, que realmente você está orgulhoso de você e do seu esforço em seguir sem coisas externas, desprovido de máscaras sociais, desprovido de arrogância, querendo mostrar aos outros seu sucesso. Ninguém no mundo poderá presenciar um sucesso que não vem de dentro, prosperidade, amor, sucesso é o que você é e o que você veio fazer com toda esta força designada na terra por estes nomes.
Pare de esperar por favor, pare de olhar para o horizonte e cultivar saudades. Pare de morrer em vida, todos os dias em que você abre os olhos na sua cama. Respire e sinta que está vivo, que todos os dias é uma oportunidade de parar de reclamar e fazer acontecer, DO SEU JEITINHO. Pare de esperar um futuro que só existirá conforme você molda seu presente momento. Tudo que você faz agora, OU DEIXA DE FAZER, é o material de construção que vai moldar a vida que você terá lá na frente. O futuro nunca vai chegar, pois ele nada mais é do que seu presente momento, e o que você está fazendo com seu presente momento?
Desejo que você desperte, porque só acordar não está adiantando.